quinta-feira, 5 de novembro de 2015

CRISTÃO PODE IR AO ROCK IN RIO?

AVISO AOS NAVEGANTES: texto longo com reflexões polêmicas e requer uma grande capacidade de abstração e um desprendimento de algumas crenças e “achismos”. Esse é um daqueles posts em que eu escrevo junto com o marido e nós nos aprofundamos mais em algum tipo de assunto controverso. Não espere um texto doce e de fácil digestão. As vezes para aprender é necessário desaprender e nos desprender de muito daquilo a que fomos doutrinados ao longo da vida.

É importante observar que, apesar do blog Coisa de Casada ser sobre CASAMENTO e não um blog religioso, a autora é cristã e eventualmente posta coisas relacionadas à sua crença. Portanto, a postagem de hoje é direcionada às leitoras cristãs (apesar de ser um esclarecimento bem completo sobre o tema e que vale a pena ser lido por todos). Esperamos, sinceramente, que acrescente algo em sua vida!

RELIGIOSIDADE É UM AQUÁRIO QUE TE AFASTA DO OCEANO DA GRAÇA DE DEUS

ROCK IN RIO, VIDA CRISTÃ E CULTURA “SECULAR”

Recebi algumas mensagens de leitoras (diga-se de passagem, todas cristãs), me questionando sobre o ROCK IN RIO 2015, logo depois que eu postei que estava separando o meu look para ir ao evento. “Pensei que você fosse crente”, disse uma. “Você não era evangélica?”, questionou outra. Recentemente postei outra foto relacionada a "show secular" (eu e meu marido com minha irmã e meu cunhado em um camarote do show do Jorge e Mateus) e algumas pessoas soltaram textos bíblicos soltos para dar base à uma crítica. Por isso, resolvi fazer um texto sobre o pensamento do CASAL FERRO sobre VIDA CRISTÃ e cultura “secular”.




Repare como existe um ciclo em que os religiosos ditam quais aspectos culturais "são de Deus" e quais “são do diabo". Quando falamos sobre qualquer coisa que envolva cultura, temos que entender que existe um preceito bíblico que precisa ser respeitado: “tudo aquilo que não provém de fé, é pecado” (Romanos 14:23).   Lembrando que fé é a certeza a respeito de fatos, mesmo que não seja possível comprovar esses fatos de maneira visível  (Hebreus 11:1). Parafraseando um amigo: Se uma pessoa tem dúvidas a respeito da legitimidade de participar de um determinado evento ou de um show, então com certeza ela não deve participar.

A verdade é que a cultura tem muito pouco a ver com isso. O problema não é a cultura, mas os fariseus. Esses acreditam firmemente que o mundo se encherá do conhecimento da glória do Senhor quando todas as pessoas se tornarem religiosas e quando a religião ocupar cada espaço da vida.

Pausa para uma dica: desconfie de quem tenta passar um excesso de santidade. Carroça que faz muito barulho, geralmente está vazia.

Pessoas assim resumem a vida em dois lados opostos: a “igreja” e o “mundo”. Para eles, todos os lugares, objetos, atividades, pessoas, discursos e até dias da semana se resumem em “de Deus” ou “do mundo”, isto é, são separados e santos ou apenas comuns e profanos. Pessoas assim parecem possuir uma necessidade (quase patológica) de espiritualizar tudo ou pronunciar o nome de Deus em relação a tudo, como também, e principalmente, de ordenar a própria vida e o viver de outras pessoas a partir de dogmas, ritos e tabus. O problema desse tipo de pensamento é que
confunde-se espaço religioso com espaço sagrado – onde tudo é bom e aprovado por Deus, e espaço secular com espaço profano e tenebroso, onde tudo é mal e inspirado pelo diabo.

Pessoas que seguem esse tipo de pensamento normalmente
são os primeiros a condenar ao inferno os que pecam diferentes de si mesmos. Não entendem uma verdade básica: somos todos hereges da teologia uns dos outros e absolutamente cegos quanto às nossas próprias heresias, contradições, hipocrisias e superficialidades.

Deveríamos nos infiltrar no mundo como agentes transformadores do Reino de Deus
(não tô falando de ficar pregando em todo lugar e espiritualizar tudo, mas em VIVER uma vida honesta e digna em todos os lugares, pois esse é o verdadeiro testemunho da transformação). No entanto, a verdade é que estamos sendo infiltrados e servindo de chacota por causa de nossas idiossincrasias. De que adianta uma roupagem espiritual se não estamos impactando positivamente os que estão à nossa volta? Triste evidenciar que estamos mais preocupados em nos edificar do que edificarmos o nosso próximo. O egoísmo anda travestido de espiritualidade.

Quando volto meus olhos para o Evangelho eu vejo um Deus que deseja que seus filhos sejam "uma carta de Cristo, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo; não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos.  Vejo um Deus que nos orienta a adorá-lo não com ritos ou exclusivamente em templos, mas, sobretudo no coração, em espírito e verdade.  Vejo um Deus que executou um plano de salvação e nos deu liberdade para
viver todas as coisas sem nos corromper com nenhuma delas." A salvação não se dá pelo que nós fazemos, mas pelo que somos (salvos pela graça - favor imerecido).

Essa outra maneira de compreender o Evangelho faz com que surja em nossa mente a possibilidade de viver um tipo diferente de cristianismo, baseado na compreensão de que
jamais passou pela cabeça de Jesus um mundo impregnado de religiosidade (na verdade, ele combateu fortemente isso), onde os símbolos do sagrado – meios – fossem confundidos e tomados como fins.

Jesus falava de sal, luz e fermento. Repare que são elementos que afetam o “local” onde estão inseridos:

“Ninguém come bolo de fermento. Para aproveitar o dia ensolarado é tolice ficar olhando para o sol. E a comida salgada é intragável. O fermento faz crescer a massa com chocolate, o sol ilumina o dia para quem deseja a vida, e o sal realça o sabor dos alimentos. As metáforas são óbvias:
A espiritualidade cristã é supra religiosa, pois uma vez esvaziado e encarnado no seu Cristo, Deus extrapola os limites do culto-clero-domingo-templo e ganha as ruas. Na cruz de Cristo e sua ressurreição, o véu do templo se rasga e a glória de Deus vaza para a vida, deixando para traz as estreitas bitolas das estruturas religiosas.


A verdade é que precisamos entender que vivemos no tempo da graça, dias nos quais o Espírito de Deus está sobre a igreja (pessoas), edificando as vidas e concedendo-nos discernimento para agirmos em conformidade com a vontade de Deus em todos os aspectos. Também é necessário lembrar que
ACHISMO é diferente de VONTADE DE DEUS. As vezes citam um versículo isolado para ""mimimizar" nos comentários, enquanto eu leio, em todo o evangelho, algo diferente. Precisamos também nos desprender da religiosidade. Para isso é necessário entender que não alcançamos a liberdade buscando a liberdade, mas sim a verdade. A liberdade não é um fim, mas uma consequência. E a VERDADE, está mais próxima do que você imagina:

"Eu sei que eles têm preocupação pelas coisas de Deus, mas é um cuidado
mal direcionado. Pois eles não conhecem a justiça que vem de Deus e procuram estabelecer sua própria justiça, rejeitando assim a justiça estabelecida por Deus. Porque o fim da Lei é Cristo, para que todo aquele que crer seja declarado justo." (Romanos 10:2-4)

Observe:
"Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria. É só o amor que conhece o que é verdade. O amor é bom, não quer o mal - não sente inveja ou se envaidece."

O trecho acima pode parecer de uma música cantada dentro das igrejas, pois é cópia da Bíblia, mas é da música "Monte Castelo" da Legião Urbana. É interessante observar como algumas músicas consideradas "do mundo" ou "seculares", possuem letras incrivelmente mais bíblicas que muita música gospel.

Se fôssemos nos abster de consumir cultura não-cristã, deveríamos deixar de assistir TV, ver filmes, usar eletrônicos, acessar a internet e até mesmo trabalhar, pois tudo à nossa volta está impregnado de cultura não-cristã.


Não é porque alguém se intitula cantor cristão, por exemplo, que de fato o é e ao mesmo tempo não é porque alguém é chamado de cantor "secular" que suas músicas não terão mensagens boas e de grande proveito. Há muitas músicas "seculares" que não mencionam Deus, mas ainda promovem bons valores, tais como: honestidade, pureza e integridade. Se uma canção de amor promove um sentimento sincero e belo – mas não menciona Deus ou a Bíblia – mesmo assim não tem problema escutar essa canção.

Ah mas o "Jorge e Mateus" (dupla sertaneja que gosto muito!) tem algumas músicas não edificantes. Sim, podem ter algumas, mas muitas (a maioria) são lindíssimas. Pare por um minuto e tente ver por outro ângulo: Você deixaria de ir a um almoço com um amigo "não crente" e se divertir num papo gostoso com ele só porque parte dos assuntos que serão abordados serão "seculares"? Você deixaria de sair para jantar com um casal de amigos só porque "parte" do que forem conversar não vai te edificar? Deixaria de trabalhar só porque não se fala de Deus o tempo todo no seu trabalho?

Lógica dos religiosos:

Escandalizar o próximo é fazer algo que ele não gosta;
Os cristãos se baseiam no amor, por isso, não devem fazer o que o próximo não gosta;

Logo, não devo fazer nada que meu próximo não goste, para não escandalizá-lo!

Parece bom quando você pensa na pessoa fazendo algo que você não concorda (tal como ir a um show "secular" ou usar tatuagem), mas aplique essa lógica nas demais coisas:


Exemplo 01:


• Maria não gosta de bater palmas;
 Os membros da igreja da Maria a amam, portanto, não devem escandalizá-la batendo palmas durante os cânticos; Na igreja da Maria, ninguém pode bater palmas!

Exemplo 02:


• Isabel entende que se maquiar é incorreto;
Os membros da igreja da Isabel a amam, portanto, não devem escandalizá-la; Logo, na igreja da Isabel, nenhuma mulher pode usar maquiagem!

Ficou mais claro?

Pessoal, o escândalo que Jesus
proíbe é uma imoralidade ou pecado que leva uma pessoa a se desviar da fé. Quando Cristo diz que o escândalo é algo a ser evitado, e que é terrível, está se referindo às atitudes imorais e pecaminosas que podem prejudicar outras pessoas, e não apenas a qualquer atitude que cause algum desconforto a outras pessoas!

O escândalo que Jesus
não proíbe é:

1) Desagradar alguém (afinal, Jesus também não agradou a todos!);
2) Não fazer o que o próximo quer (afinal, Jesus também não fez, nem faz tudo o que todos querem!).

Se eu só pudesse ouvir músicas que falam de Deus, ou estar nos lugares [ditos] "sagrados", eu deveria só consumir qualquer outro tipo de cultura que tivesse a ver com Deus e só me divertir aos domingos na cantina da igreja depois do culto. Só poderia ler livros sobre Deus, assistir filmes sobre Deus, ver programas de TV sobre Deus, ler revistas sobre Deus, etc.

Qual a diferença entre ir a um show ou ao cinema? Você assiste novela todo dia e se acha melhor do que alguém que ouve "música do mundo"? Você não bebe vinho mas não perde uma paradinha num fast food pra entupir todas as veias? Se vangloria por não fumar mas se entope de refrigerantes e todo tipo de açúcar possível, numa tentativa de curar suas frustrações? Alguma coisa tá errada aí, né?

Estamos tão acostumados a aceitar a autoridade como verdade que não percebemos que o correto seria aceitarmos a verdade como autoridade. Observe com o máximo de atenção:

"Foi assim que
Cristo nos libertou. Agora, cuidem para permanecer livres e não fiquem novamente presos pela cadeia da escravidão [da religiosidade]. Escutem bem o que eu digo a vocês: se vocês estão contando com as praticas religiosas para fazê-los justos diante de Deus, então Cristo não pode salvá-los. E vou repetir: qualquer um que deseja usar de práticas religiosas legalistas para se justificar ou ser mais merecedor de salvação, precisa aplicar toda a Lei e não ser seletivo só aplicando aquilo que convém. Cristo é inútil para vocês se estão achando que podem saldar sua dívida para com Deus pela guarda da Lei. A única coisa que vocês conseguem fazer com isso é se privar da graça de Deus. Mas nós, pela ajuda do Espírito Santo, estamos aguardando pela fé a justiça que é a nossa esperança. Porque os que estão em Jesus Cristo não precisam se preocupar em cumprir rituais religiosos da Lei, pois nada disso tem efeito algum, pois a única coisa que precisamos é a fé operando pelo amor." (Gálatas 5:6 - Nova Bíblia Viva) Pode ligar um holofote em cima desse texto???

“Ok, mas e quanto ao Rock in Rio ou ao show do Jorge e Mateus?”

“Eu devo ir nesses lugares com o intuito de evangelizar?”

Não, o dever do cristão é entender a máxima ensinada por Jesus:
basta ao discípulo ser como o seu mestre (Mateus 10:25). Olhando para o nosso mestre, percebemos que Jesus tinha o hábito de ir à festas e andava próximo a ladrões, bêbados e prostitutas. Isso significa que Jesus se corrompeu com alguma dessas coisas? Claro que não. Jesus ensinou como as pessoas poderiam viver para Deus dentro de suas próprias realidades. Ele levou visivelmente os valores do Reino para a vida das pessoas de sua época.


"E os fariseus, vendo Jesus comendo na mesma mesa junto a publicanos e pecadores, disseram aos seus discípulos: Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores?

Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas, sim,
os doentes. Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento." (Mateus 9:11-13)

“Ah, mas se eu for em um show como o do Rock in Rio, eu vou pecar!".

Então
não vá! Se você admite isso, é louvável sua sinceridade e muito prudente da sua parte não se aproximar muito das coisas que te fazem mal. No entanto, não faça da sua limitação uma regra para os outros indivíduos. Não é porque você é fraco que todas as pessoas são fracas. Não é porque você é um viciado em bebida ou sexo que todas as pessoas vão sofrer da mesma maneira."

Sair da escravidão do pecado e ser escravo da religiosidade não é grande vantagem. Comunhão não é só olhar para a nuca do irmão durante duas horas todo domingo. Culto e adoração a Deus precisam ser demonstrados em todos os aspectos da nossa vida (no cotidiano). Ser templo do Espírito (aquele Templo de carne que pouco se fala) e ser igreja (fazer parte de um grupo de seguidores de Cristo de todas as partes do planeta) é algo bem mais amplo e profundo do que "recarregar as baterias" no domingo à noite.
Evangelizar não deve ser apenas um evento, mas um estilo de vida de honestidade, amor e misericórdia.


O propósito do ensino do Evangelho na vida do cristão é fazer com que todas as pessoas aprendam a ser livres.
Talvez você não tenha maturidade suficiente para frequentar certos ambientes. Mas se aquilo que o evangelho estiver produzindo na sua vida não estiver te capacitando a cada vez mais ser uma luz que ilumina o mundo, sem que você se corrompa com as coisas desse mundo, então você está estagnado na sua fé.

Tudo em excesso e sem controle pode destruir. Domínio próprio até onde eu sei é um fruto do Espírito. O problema é que muitos dos cristãos vestem uma suposta roupa de infalibilidade. Ao invés de ensinarem os alcoólatras a terem domínio próprio, preferem sumir com as bebidas para que eles não sejam tentados, como se eles pudessem ficar sempre longe de qualquer bebida nesse mundo. Utopia, hipocrisia. Ou seja, escondemos o problema dele embaixo do tapete ao invés de tratá-lo. Nosso papel é ensinar as pessoas a
ter liberdade sem ser consumido por ela.

Já pensou um estuprador que aceita a Cristo e ainda, eventualmente, sente impulsos sexuais fortes... será que a solução é castrá-lo e a todos os outros homens da igreja, ou tratarmos a compulsão que ele sente ensinando-o a usar o domínio próprio que Deus lhe deu? Será que os outros homens que conseguem usar sua sexualidade da maneira correta e sadia merecem ser castrados só porque uns e outros são tarados? Será que todas as mulheres da igreja deveriam usar burca só porque existem alguns irmãos tarados? Esconder é paliativo.
Precisamos de conversões completas e verdadeiras, com a transformação das mentes. Sem pseudo-santidade, sem hipocrisia gospel.


Vamos voltar ao Mestre:

Lembra da oração de Jesus em favor dos discípulos?
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal” (João 17:15). Pena que algumas pessoas interpretam como sendo exatamente tirar o cristão do mundo, separando-o em “guetos gospel”. Fecham-se tanto que jamais conseguiriam impactar alguém “do mundo”.  Pode uma lanterna ligada dentro de um baú fechado iluminar o quarto?

Santidade não é ser separado
DO mundo, mas PARA O mundo. É viver nesse mundo de maneira digna, impactando as pessoas de maneira natural, VIVENDO EM CRISTO – em todos os sentidos e em todos os lugares. Um cristão verdadeiro tem o dever de manifestar os valores do Reino de Deus em tudo o que ele faz e em tudo que ele é. "Não vá a um show para evangelizar as pessoas. Seja amigo verdadeiro das pessoas! Mostre a elas como se divertir sem se exceder. Mostre com a sua vida aquilo que nenhum panfleto nesse mundo será capaz de ensinar."


Que Deus seja glorificado em tudo que temos, em tudo que somos e em tudo que fazemos.


Nesse texto foram citados trechos de pastores que admiro, tais como o Ari e Ed René Kivitz!



Siga-me no Instagram: @karolyneferro
Snapchat: karolyneferro


Marido e eu fomos ao Rock in Rio e foi realmente épico!

89 comentários :

  1. Concordo em grau, gênero, número e versículos! A grande verdade é que "religião" é o mal do século. Aposto que maioria dos que te criticaram, estão mais preocupados em agradar A ou B, mas sequer tem a capacidade de amar ou perdoar o seu próprio semelhante!
    Beijo grande e fiquem na paz de Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles realmente escreveram muito bem e melhor ainda porque não escreveram como você em achar que religião é o mal do seculo. Eles falaram de viver seguindo como Cristo e Cristo é uma religião, por tanto, religião não pode ser o mal do seculo, pois Cristo veio para mudar e mudar principalmente a mente de quem pensa que ser "livres" é viver como você achar melhor e não como Deus quer. A graça de Deus nos salva, mas ela não nos permite fazer tudo o que queremos, pois isso não seria liberdade em Cristo, mas libertinagem em nós mesmo.

      Excluir
    2. Cristo não é religião ..

      Excluir
    3. Boaa.. disse td!!

      Excluir
    4. Nós não pregamos religião e sim a Cristo a boca fala daquilo que o coração está cheio quantas almas vcs ganharam la com o testemunho de vida de vcs. E outra coisa o que vc estava ouvindo? Rock que edificante em

      Excluir
    5. Nós não pregamos religião e sim a Cristo a boca fala daquilo que o coração está cheio quantas almas vcs ganharam la com o testemunho de vida de vcs. E outra coisa o que vc estava ouvindo? Rock que edificante em

      Excluir
  2. Mais um texto fantástico e mega inteligente! Não poderia esperar outra coisa de vc! Todos deveriam abrir suas mentes e ao menos ler este texto! Falar a verdade, conhecer a verdade, viver a verdade devem ser nossos objetivos! Cristo nos libertou e verdadeiramente somos livres!
    Sempre fui criticada por não aceitar essas ideologias de proibições sem sentido, e aprendi desde cedo a pautar minha vida pela Bíblia e não pela opinião dos outros... Um texto que sempre me ensinou muito diz: Alegra-te jovem nos dias da tua mocidade, anda pelo caminho que agradam a teus olhos e satisfazem teu coração, sabe porém que todas estas coisas Deus te pedirá contas (Eclesiastes 11:9)
    Eu creio em um Deus de amor! Que me fez livre e quer me ver feliz! E cabe a mim, dar liberdade ao Espírito Santo para guiar minha vida e ter discernimento do que convém ou não! No final, será cada um individualmente perante ao Senhor!

    ResponderExcluir
  3. Triste realidade dos cristãos na atualidade!!!

    Não conhecem as sagradas escrituras,não buscam conhecer verdadeiramente Deus , são levados por qualquer vento de doutrinas , não conhece nada a respeito de GRAÇA,JUSTIFICAÇÃO , SANTIFICAÇÃO e principalmente REGENERAÇÃO.

    Filosofias como o relativismo tem permeado o mundo cristão ,deixando a biblia em segundo plano,as pessoas tem se apoiado em idéias de homens,desviando do verdadeiro EVANGELHO DE JESUS CRISTO!!!

    ResponderExcluir
  4. Karol, te admiro. Li seu post e tive que mostrar pro meu esposo, pois de alguns anos para cá fomos libertos dessa visão farisaica e religiosa tão comum entre os crentes, desse "pode,então vai pro céu." "Não pode, então vai prp inferno". A maioria de nós eh hipócrita. Eu era. Vemos o pecado como algo externo qd na verdade não eh! Criticam pq alguém vai um show "do mundo" mas não lembram que são egoístas, que não perdoam nem reconhecem seus erros devido o orgulho,entre outras coisas. Coam mosquito e engolem camelo! Graças a Jesus estou liberta dessa visão minúscula de graça divina,amor divino,perdão divino e salvação. Oq nos salva eh a fé em Cristo, não obras. Mas ngm lembra disso!

    Por uma igreja verdadeira com mais pessoas que entendam,vivam e ensinem o que eh de fato liberdade cristã !
    Um super beijo,espero poder conhecer vc pessoalmente um dia e conversamos sobre essas coisas lindas que DEUS faz! Fika na paz amada! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom o texto ,agora corregindo o equívoco da leitora : "- Oq nos salva eh a fé em Cristo,não obras . Mas ninguém lembra disso. " com base na Bíblia sua citação deve ser revista em Tiago 2:14 Meus Irmãos,que aproveita se alguém disser que tem fé,e não tiver obras? Porventura a fé pode salva-lo? Deus abençoe então lembre se disso!

      Excluir
  5. Não consigo diferenciar um cristão, de não cristão naquele meio, acho até que muitos "não crentes" excedem menos que verdadeiros cristãos. Minha dúvida é, se Jesus volta no meio disso tudo?! É uma dúvida real, já fui a muitos shows me baseando nesse pensamento, mas no final vejo que é muita "hipocrisia" minha pensar assim, Deus não nos chama ao arrependimento somente pra sermos pessoas legais, que não bebem, não fumam, etc.. Deus não deu seu único filho, pra me ver gritando, adorando " ídolos ", ídolos que muita das vezes sabemos que são pessoas consagradas a demônios. Existe muita gente aí que não bebe, não fuma, mas também não é salvo. O mundo clama por nos ver caminhar corretamente, se andamos que nem eles que diferença faz servir e não servir? "Todas as coisas me são lícitas mas, nem tudo me convêm". " Pecado é tudo aquilo que te afasta de Deus", e cada um sabe o que lhe convêm fazer ou deixar de fazer, mas usar a palavra a nosso favor é muito fácil, porque não aceitamos ouvir um não de Deus, temos sempre que buscar coloca la a nosso favor, quando na verdade Deus e sim sim, não não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏🙏🙏🙏

      Excluir
    2. Muito bom..Jesus veio pra nos libertar e n para nos oprimir.

      Excluir
    3. Concordo plenamente com o anônimo!! Deus nos chamou para fazer a diferença.. arrasou!

      Excluir
    4. Entendi os dois pontos de vista.
      E fico com o meu: TÃO BOM "SER" IGREJA, QUE NEM PRECISO DECIDIR ENTRE IR OU NÃO.

      BJS

      Excluir
    5. Pois é, usar um texto pra criar um pretexto é muito fácil. Adoração a Deus e todos mais que eu achar "legal". A música foi feita pra adoração, e o diabo e sujo e usa muito fácil as pessoas!
      É tempo de acordar, Jesus está voltando.
      Deus abençoe a todos!!!!

      Excluir
  6. Cada um com seu pensamento e forma de viver a vida, mas nao concordo de sermos cristaos e estar na roda dos escarnecedores .... De dançara a noite toda e no domingo ir tomar santa ceia ... Minha opiniao nao julgo ninguem que faça ,cada um prestara conta de si a Deus ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior é estar na roda dos cristãos e dançar forró e funk gospel "sensualizando" e indo até o chão rebolando e colocar o nome de Deus no meio! As " novinhas" vão até o chão e os "novinhos" só olhando!

      Excluir
    2. Concordo plenamente com seu comentário!

      Excluir
    3. Achei este texto da Karol fantastico .
      Pois infelizmente a BITOLAGEM tomou conta de varios cristão e isso acaba comprometendo a sua própria salvação , mas que na cabaça dele só ele será salvo .
      E sobre o comentário sobre RODA DOS ESCARNECEDORES , meus amigos infelizmente ao sairmos de nossos lares nos deparamos com este tipo de rodas .
      Te faço uma pergunta ?
      Então nós CRISTÃOS não podemos nem chegar perto da cracolândia ?
      Onde várias vidas estão sento ceifadas pelo diabo ?
      Existem vários verdadeiros cristão que entram sim nesses rodas não para se misturar com o pecado mais para resgatar almas para o reino de DEUS .
      EU sou um adicto em recuperação , hoje o meu maior testemunho é meu novo estilo de viva , não sou aquele cristão que fala de DEUS 24 horas por dia , mais eu procuro viver de baixo da graças de DEUS , sabendo entrar e sair sem me sujar com as coisas que o mundo me oferece .
      Que Deus abençoe a todos .

      Excluir
    4. Já que podemos colocar a opinião aqui vai a minha. Simplesmente um texto longo de uma pessoa que defende seus próprios interesses. Podemos realmente usar a palavra para defender nossa forma de pensar e agir até porque feliz ou infelizmente cada um a interpreta como quer. Não concordo com o que foi dito, não por ser religiosa, mas por ter a certeza em meu coração, que se fomos criados para louvar e adorar a Deus, que músicas (louvores) foram criados por Ele para que seja uma das formas de adoração, não acho válido ouvir aquilo que não agrada a Deus. Acho que em dias tão maus que estamos vivendo, de forma tão sutil o inimigo tem colocado aquilo que não convém como uma religiosidade e muitos querendo viver e ter uma falsa liberdade acabam entrando nessa. Mas cada um é cada um. Só acho, o que talvez pra alguns pode ser mimimi, pra mim adorar somente a Deus, usar a música etccc somente a Deus precisa setornar estilo de vida. E digo podemos assistir TV sim, ir ao cinema sim. Mas filtrando aquilo que não convém para isso temos o Espírito Santo de Deus. Ah, posso ter tempo de qualidade com amigos sim, até porque isso se chama Ide. Só deixo uma pergunta, o que Jesus faria?? Ele iria ao show???

      Excluir
  7. Oi Karol. Respeito sua opinião mas concordo com os anônimos acima. E este é o primeiro ponto em que discordo do seu pensamento. Não acho que somente o fato de amar a Deus e viver com o pensamento Nele basta.
    "Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." Mateus 7: 22 e 23
    Não vejo também o fato de me afastar de tais coisas como prisão ao evangelismo. Também não me julgo, e a ninguém, perfeita. Tenho sim minhas falhas e sei que elas não "me edificam" mas vou procurando a cada dia me afastar daquilo que me afasta de Deus e me aproximar da alegria de servi-lo.
    Não me vejo Karol, não me vejo mesmo, em um ambiente como aquele onde a profanação do corpo "rola solta".
    Então sairia eu da sociedade? Nela também acontecem barbaridades. Me isolaria numa ilha deserta pra não ter contato com tais pessoas? Não. O fanatismo não me aproximaria de Deus nem me ajudaria a a mudar o mundo. Não seriam obras evangelizadoras.
    "Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito."
    Romanos 12:2

    Um beijo Karol. Que Deus nosso Pai continue iluminando nossos caminhos.

    ResponderExcluir
  8. Karol, concordo com vc em relação a shows e outras coisas q são inerentes ao nosso dia dia, meu marido não é convertido e tenho q administrar bem isso, porém gostaria tbm de ter a sua opinião em relação a bebida alcoólica. Uma seguidora te deixou uma pergunta, no seu Instagram na época do RIR e até hj vc não a respondeu e vc sendo uma pessoa tão acessível, me pergunto o pq do seu silêncio!

    ResponderExcluir
  9. Você tem toda razão quando diz que impactar todos a nossa volta é muito melhor do que ostentar uma roupagem espiritual – o que acaba, inclusive afastando pessoas que precisam de apoio mas que não se sentem a vontade com a condenação que muitos tentam impor - e você é a prova viva disso! Sua página e blog são conhecidos e amados por cristãos e não cristãos e é aí que está toda a maravilha da coisa, afinal, metaforicamente falando, de que adianta dar o óculos para quem enxerga bem?
    Bondade e santidade gritada é de se desconfiar mesmo, quem faz o bem de verdade nem barulho faz.

    "E quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas. Eles gostam de ficar orando em pé nas sinagogas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos outros. Eu lhes asseguro que eles já receberam sua plena recompensa.
    Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará."
    Mateus 6:5,6

    E pra todos esses que se dizem super santos e julgam a todos fica a pergunta: O que você faz quando ninguém está olhando?

    ResponderExcluir
  10. Acho que devemos agir em todas as ocasiões como se Cristo fosse o Melhor amigo e que estar conosco em todas as ocasiões.
    "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma." ICor 6:12
    A minha pergunta é. Você chamaria Cristo pra ir com Vc ao Rock rio? //
    Questionamento pessoal!
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Texto genial! Parabéns!Não vou generalizar, mas, vamos ser sinceros e falar que alguns cristãos "enchem a boca" para dizer que estão salvos! E não é bem assim que funciona! Qual o problema de vc ir a um show com seu marido e não beber nem se drogar? Só vão se divertir, dançar! Quem está criticando é doido para ir também, só não vão por causa dos julgamentos! Povo chato e hipócrita!

    ResponderExcluir
  12. Não me incomoda que você tenha ido ao Rock Rio, de maneira nenhuma, me incomodou o fato de você escrever um texto que esteja questionando a minha opção de NÃO FREQUENTAR um evento como esse, JULGANDO tal "Roupagem Espiritual"... Me sinto Livre em Cristo e não tenho interesse de ir ao um evento como esse e me sinto feliz é só isso. O seu texto parece mais um justificativa da sua atitude... me pergunto porque entre tantos versículos que você colocou no texto não encontrei o versículo de Eclesiastes 11:9 Alegre-se, jovem, na sua mocidade! Seja feliz o seu coração nos dias da sua juventude! Siga por onde seu coração mandar, até onde a sua vista alcançar; mas saiba que por todas essas coisas Deus o trará a julgamento. Fique em paz..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc Anônimo. Porque na minha opinião, isto me incomoda. Não me sinto bem em lugares onde o nome de Cristo não é exaltado e glorificado, não me sinto bem na roda dos escarnecedores. Não sou melhor que ninguém, pq tenho falhado muito com Deus mas Ele tem me chamado pra perto dEle, e para mim estar num lugar desses é estar com inimizade para com o Senhor. Quero frequentar lugares que agradem ao Senhor, que fazer a sua vontade e não acho que ir num show do Slikpnot é estar fazendo a vontade dEle.
      Se ainda uma pessoa "precisa" estar num lugar desses e "precisa" explicar a humanidade que está certo ir num lugar onde tudo é oferecido a Satanás, então desculpa a morte de Cristo para nada serviu. Precisamos ser a diferença no mundo.

      Excluir
  13. Belo texto! Apesar de muito grande e repetitivo, entendo que a situação se faz necessária toda essa explanação. Concordo com todo conteúdo abordado, temos que ser exemplo em Cristo dentro da nossa imperfeição, tentar amar ao próximo como Ele nos amou (embora muito difícil). Sou cristã! Sou católica, e dentro da minha religião não há esse tipo de pregação de coisas do mundo e coisas proféticas, porém há uma abordagem na qual acredito muito, há ambientes que são impregnados de vibrações ruins que te enfraquecem, mesmo estando fortalecido na fé em Cristo, e que na minha opinião é bom serem evitados, não estou falando de shows ou lugares específicos, porque esses lugares podem ser até dentro da sua própria casa, importante é saber lidar com essas vibrações externas e suportar as consequências posteriores.

    ResponderExcluir
  14. Que texto maravilhoso!! Sempre muito sábia nas sua palavras!
    O importante é a sua consciência e ponto final.
    bjs!

    ResponderExcluir
  15. Esse texto não passa de uma justificativa tola... Se que ir vá, se quer cantar, cante...mas não digam q são cristãos de coração... Aaaa esse "mimi" como vcs dizem, está nesse texto com versículos soltos...leiam Eclesiastes 11:9 e é isso! Mas n se escondam atrás de uma teologia cheia de palavras bonitas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uauuuu.. resumiu em poucas palavras TODO esse mimimi .

      Excluir
    2. Não acho uma justificativa tola, muito pelo contrario acho um ato de muita coragem expor uma opinião verdadeira no meio de tantos seguidores cegos pela religiosidade... A bíblia é muito clara a unica lei que Deus deixou escrita para nós é os 10 mandamentos é ela que devemos seguir, fora disso é tudo invenção do homem para querer ficar se aparecendo, querendo ser mais santo que os outros.... Se amamos a Deus sobre todas as coisas guardamos os quatro primeiros mandamentos e se amamos o nosso próximo como a nós mesmos guardamos os outros seis mandamentos.... Não PRECISAMOS de mais LEIS... a LEI de DEUS é perfeita, foi escrita pelo próprio dedo dele, e já contempla tudo que precisamos para termos uma vida feliz na terra, e nos prepararmos para a sua volta.... Mas as igrejas TODAAASSS estão cheias de religiosidade e esquecem do que realmente importa..... Por isso admiro a Karol pela coragem das belas palavras e por entender o que significa realmente o evangelho de cristo e o amor de Deus que está na bíblia.

      Excluir
    3. Não acho uma justificativa tola, muito pelo contrario acho um ato de muita coragem expor uma opinião verdadeira no meio de tantos seguidores cegos pela religiosidade... A bíblia é muito clara a unica lei que Deus deixou escrita para nós é os 10 mandamentos é ela que devemos seguir, fora disso é tudo invenção do homem para querer ficar se aparecendo, querendo ser mais santo que os outros.... Se amamos a Deus sobre todas as coisas guardamos os quatro primeiros mandamentos e se amamos o nosso próximo como a nós mesmos guardamos os outros seis mandamentos.... Não PRECISAMOS de mais LEIS... a LEI de DEUS é perfeita, foi escrita pelo próprio dedo dele, e já contempla tudo que precisamos para termos uma vida feliz na terra, e nos prepararmos para a sua volta.... Mas as igrejas TODAAASSS estão cheias de religiosidade e esquecem do que realmente importa..... Por isso admiro a Karol pela coragem das belas palavras e por entender o que significa realmente o evangelho de cristo e o amor de Deus que está na bíblia.

      Excluir
  16. Em seus passos o que Jesus faria?
    Não consigo ver Jesus indo ao Rock in Rio!
    Talvez sua afirmativa seja de que Ele foi com você, desculpa, mas acho que ao adentrar naqueles portões o próprio Espirito Santo ja se ausentou!
    Cristo não tem prazer em lugares imundos!
    Dou graças a Deus porque a misericórdia dEle se renova diariamente, e peço pra que Ele tenha misericórdia de uma opinião tão esdruxula.
    Volte ao foco legal do seu blog, e seja menos soberba!

    ResponderExcluir
  17. Ir ao um lugar que Deus não encontra-se presente e depois se justificar com palavras bonitas... foi o q eu entendi.

    ResponderExcluir
  18. Eu não julgo se vocês querem ir aos shows que gostam, mas não acho correto, isso tudo que li só foram palavras bonitas, ou até uma justificativa, mas enfim, eu tenho dois filhos, penso na minha e na salvação deles, eu e meu esposo somos espelhos para eles, hoje o mundo é tão difícil para se criar filhos dentro da palavra e com os verdadeiros ensinos, aí vamos supor que eu e o meu marido vamos para esses shows, quando meus filhos quiserem ir qual seria a nossa atitude, qual exemplo estaríamos dando para eles??? Lá tem drogas, pessoas má intencionadas e outras coisas, nós queremos que eles vivam a plenitude de Deus, não quero que vivam no mundo!!! Amo minha família e oro por ela!!!!

    ResponderExcluir
  19. Quando vocês não tinham dinheiro iam mais na igreja. Agora que tão bem de vida vão em shows do mundo. Dinheiro é tudo! Pra que ir em festa e show na igreja se tem dinheiro pra passeios caros??!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, pensei a mesma coisa... :(

      Excluir
    2. Bem por aí mesmo... Acompanho o blog desde o começo e quanta coisa mudou!!! Karol sempre dá um jeito de ostentar o dinheiro deles, mas sem ser explícita. Quer dizer que tem carrao, ar condicionado, vidao, apt top mas diz veladamente... Tão soberba! E eu curtia tanto o blog... Indiquei pra todas as minhas amigas e hj passo vergonha kkk

      Excluir
  20. Oi Karol, tudo bem?
    Li seu texto e super respeito sua opinião mesmo tendo uma totalmente diferente da sua.
    Esse é um assunto que me interessa muito justamente por dividir tantas opiniões, confesso que até há alguns anos atrás eu ouvia música secular mas em determinados momentos isso me incomodava muito, sentia que me afastava da presença de Deus. Após muitas pesquisas e conversas cheguei a conclusão que não era saudável um cristão ouvir música secular, músicas essas que não foram feitas com o objetivo de louvar e engrandecer ao Deus todo poderoso, músicas que em muitas vezes foram feitas e "entregues" ao inimigo. E antes que você diga, não, não sou religiosa! Discordo de muitas coisas que dentro da igreja (templo) mas sigo olhando para o meu Senhor e buscando a cada dia alcançar o meu objetivo que é o céu!
    Ai você ou alguém pode dizer " ah, mas tem várias músicas que são cantadas na igreja que não tem o objetivo de adorar ao Senhor." Concordo completamente com isso, nem todos os cantores que cantam para os cristãos são cristãos, é preciso pedir sabedoria ao Senhor para que possamos escolher bem o que escutamos.
    Desejo que Deus te dê cada vez mais sabedoria e abra os seus olhos espirituais! Fique na paz.

    ResponderExcluir
  21. Eu penso assim: Quem somos nós para julgar?
    Se o próprio Deus deu-nos livre arbítrio não sou eu que irei te condenar porque você foi ao rock in rio, mas também não devo ser condenada ou chamada de fariseu porque não vou.
    Cada um deve analisar sua própria vida com Deus. Não condenar, Não apontar o dedo, não julgar, não dizer o que é certo ou que é errado.
    Um dos versículos bem interessantes da bíblia, talvez um dos meus preferidos é 1 timoteo 4.16
    "Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina, perseverando nesses deveres, pois, fazendo isso, você salvará tanto a si mesmo quanto aos que o ouvem."
    Em outras palavras Paulo manda timoteo cuidar da sua própria vida e seguir a bíblia. E na minha humilde opinião é o que devemos fazer, pois cuidando da nossa vida com Deus, sem nos preocupar com os outros, podemos ser grandes exemplos para todos.
    Gosto muito do teu blog, suas mensagens são muito uteis pra mim, e não é porque você foi ao não ao rock in rio que vou deixar de te visitar, afinal quem foi, foi você, e você não obrigou e nem incentivou ninguém a ir. Quem não gosta (eu por exemplo) simplesmente não vá!
    Oxi! Que povo complicado! Rsrs
    Beijos e sucesso sua linda!

    ResponderExcluir
  22. Acho que vc exagerou nesse texto... Se foi e se sente bem, não tem que ficar justificando... Na minha opinião uma pessoa que prega a palavra de Deus ir no RIR foi impróprio, pois muitos artista que cantaram lá tem músicas satanistas, usam drogas e bebidas... Tudo bem vc não faz e nem fez nada disso, mas mesmo assim está usando sua imagem (que é pública, muitos casais e mulheres se espelham em vcs) causando um incentivo para frequentar esse tipo de ambiente! Sem julgar não dá pra servir Deus e o Demônio, tem que escolher um! Que você reflita seus atos já que escolheu ser uma pessoa pública!

    ResponderExcluir
  23. Li cada frase deste texto!Vi que muitos se incomodam com os que NÃO concordam com o seu pensamento. Que acham chato, intromissão na sua vida, e JULGAMENTO. Mas acho que a partir do momento em que você tem uma vida pública, abre caminhos para opiniões a favor ou contra seus pensamentos. E uma opinião não se torna julgamento pelo fato de ser diferente da sua. Enfim.E então, o cristão pode participar desses tipos de eventos? A resposta parece óbvia. Não (Rm 12.1-2)! Mas há crentes que gostam. Eles viram as noites em shows e bailes, muitas vezes sentados numa roda com amigos, jogando conversa fora. O argumento é: “Mas eu não bebo, não fumo e nem uso drogas"Só gosto de dançar, de curtir…No fundo todos sabem que nada ali glorificará a Deus (1Co 10.31). Então, por que participar? Por que ir a um lugar destes? A resposta mais comum é: “Porque eu gosto!”. E este é o nosso maior problema. Amamos as obras da carne (Gl 5.17), nosso desejo é quase sempre para o mau (Tg 1.14). Portanto, cuidado com suas vontades e escolhas. Não chame ao mal bem e nem faça das trevas luz (Is 5.20). Deus fala claramente que antes nós seguíamos o mundo e os nossos próprios desejos (Ef 2.1- 3). Agora, no entanto, somos filhos da luz, e devemos viver da forma certa, como sal e luz (Mt 5.13-16), mostrando que somos novas criaturas (Gl 2.22; Ef 2.4-7).Participar de baladas é, no mínimo, concordar com elas, dizer que não há nada de errado ali, que aquelas pessoas podem continuar na mesma. Como crentes, porém, faríamos muito bem se seguíssemos o conselho de Paulo: “Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, com aqueles que, de coração puro, invocam o Senhor” (2Tm 2.22). Não devemos nos associar com pessoas imorais (1Co 5.9), mas viver pelo Espírito de modo a não satisfazer os desejos da carne (Gl 5.16), e ter o nosso prazer na lei do Senhor (Sl 1.1-2).
    “Acho que Jesus iria (a balada), pelo menos a biblia diz que ele só andavam com gente perdida ou estou engado!!!”O cristão deve se relacionar com pessoas não crentes (até porque o contrário seria impossível), porém deve se diferenciar nas práticas. Ir a balada é uma prática que, conforme já foi falado, não deve ser compartilhada pelos cristãos. Jesus falava com prostitutas, mas não frequentava prostíbulos.“Onde foi que jesus transformou água em vinho?”Em um casamento, uma festa judia que, com certeza, era um ambiente de festa, porém com padrões éticos bem altos, próprios do judaísmo. O cristão pode ir a festas de casamento, aniversário, etc., já que essas não tem os mesmos objetivos ou apelos que uma balada.“Vejo tudo isso como uma ‘cultura de igreja’.”Oxalá a cultura da igreja reflita fielmente a cultura bíblica, como neste caso.“Maior é o que está em nós do que o que está no mundo”.
    Clássico uso de um texto bíblico fora de seu contexto. O mesmo livro que traz este versículo, 1 João, também diz: “Porque tudo o que há no mundo – a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a cobiça – não vem do Pai, mas do mundo”.“O q vc tá falando depende da linha teológica!”
    A ética cristã não depende de linha teológica. A moral não depende de opinião. Se a moral e a ética forem relativas, então tudo é permitido. A linha teológica liberal inclusive apoiou o nazismo na Segunda Guerra. A ética cristã depende única e exclusivamente da Bíblia.Por último, um comentário que resume bem o que essa nova teologia com pretexto de pós-moderna e de restauração da sociedade está gerando:“Os antinomianos cultivam aversão pela lei de várias maneiras. Alguns acreditam que não têm obrigação de obedecer às leis morais de Deus porque Jesus os libertou da lei”.
    Jesus nos libertou do pecado, mas não da lei moral universal. Ele mesmo nos transforma de acordo a ela! Que o Senhor Jesus traga clareza a vida espiritual de todos nós, desejo que vocês possam ter as escamas dos olhos retiradas. Fiquem na Paz

    ResponderExcluir
  24. Caraca, que texto!! Parabéns por expor de forma tão clara esse assunto que é tão polêmico!!! Creio que vc não está querendo defender a ida a um show ou festival, mas sim, trazer à reflexão para as pessoas de que cada um dará conta de si (pois a salvação é individual) e cada um tem o seu pecado. Talvez o que é escândalo pra vc, não é para mim e vice-versa. Muito bom texto!!

    ResponderExcluir
  25. Bla bla bla... Meu Deus! como aqueles que dizem te servir estão perecendo, que Deus tenha misericordia dos autores, que eles possam seguir a verdadeira verdade absoluta

    ResponderExcluir
  26. Cresci na igreja com uma mente um pouco fechada. Depois de virar adulta e tomar minhas próprias decisões tive que desaprender muita coisa para abrir a minha mente e aceitar as pessoas como elas são. Também já frequento alguns lugares que antigamente, morando com meus pais não frequentaria. Gostei da sua explicação, mas tenho algumas dúvidas. Por exemplo: vou num show secular e já que vou qual o limite? Porque já que estou poderei dançar? Ou beber?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você quer alimentar sua carne ao invés do espírito faça tudo isso, pois temos duas opções: nos esvaziar de nós mesmos e encher o nosso espírito da presença de Deus. Ou satisfazer nossos desejos carnais. Uma dica, faça como Miriã, dance, pule, grite para o Senhor. Celebre.

      Excluir
  27. Karol, este eh a apenas uma das séries de questionamentos que temos que pensar e responder....
    ... crente bebe?
    ... crente dança?
    ... crente fuma?
    ... crente vai a casas noturnas?
    ... crente mente?

    Bem, são coisas diferentes umas das outras mas cada uma tem, ou não, consequências na vida de cada um.

    Agora, não sei te dizer se eh certo ou nao. Só saberemos no dia do juízo final. Eu tenho meus pensamentos mas respeito quem pensa diferente, seja mais tradicional ou mais liberal.

    O que penso eh que devemos ser diferentes onde estivermos, se beber um vinho escandaliza uma pessoa não crente, não devo beber...

    ResponderExcluir
  28. Lendo todo esse texto, vi uma parte em que realmente você está certa. Muitas pessoas tem mania de espiritualizar tudo (de forma patológica como você acha) Acho que sou uma delas. Acredito que o mundo espiritual é muito mais real que o nosso de carne e osso. Devemos sim espiritualizar tudo, pois somos seres espirituais. Quando entramos nesse tipo de lugar como o RIR, nos expomos a milhões de demónios presentes naquele lugar. Pra que? Qual a, necessidade disso? Gente ACOORRRRDA. Largo é o caminho da morte. Que Jesus abençoe suas vidas, desejo de coração.

    ResponderExcluir
  29. Gente... pára com isso!
    Cada um é dono de si!
    Vá onde quiser... faça o que quiser... Deus nos fez livres! O que vale é o que a gente carrega dentro do coração! Onde quer que a gente vá!
    Que coisa chata, que mania de cobrança... ficar citando versículos, discutindo o que se deve ou não fazer! Julgando... apontando o dedo! Pára com isso!!!!!
    E daí que foi no show?! O que cada uma que tá metendo o bedelho aqui tem a ver com a vida dos outros?! Cuide do seu umbigo!
    Se não gostou, não curta, não compartilhe... não dê opinião... ninguém perguntou!!!!!!

    Só Deus pode cobrar explicações... cada um com seu coração (limpo e tranquilo, de preferência)... parem com seus achismos que não vão levar a lugar nenhum...

    Se pelo seu entendimento vc acha que não deve ir, ótimo! não vá... mas não julgue nem critique que acha de deve ir... ponto e fim!

    que coisa chata...


    ResponderExcluir
  30. A palavra de Deus diz:Não voz conformei com este mundo, mas transformai vós pela renovação da vossa mente.Sejamos luz em meio as trevas, que o nosso corpo seja a habitação do Espírito Santo.Carregar o verdadeiro evangelho é entrar pela porta estreita, é muito confortável falar de cristo e fazer a vontade da nossa carne, sou cristão mas vou para a balada onde todos os valores moral cristão é distorcido, pois nesses lugares edifica o que a Deus? Servir a Cristo é dizer não a nossa vontade.A todos que se diz cristãos tome a sua cruz, negue si a si mesmo.....Que a cada passo, a cada palavra, a cada gesto em tudo edificai e engrandeça o nome do Senhor, não seja mais um na multidão....

    ResponderExcluir
  31. Ao comentário acima, meu querido desavisado, leia as coisas antes de falar, ELA PEDIU A OPINIÃO, e está recebendo. Se você não está achando legal retire-se você. Afff povo chato, não sabe interpretar português, não sabe ler, e só sabe confundir opinião com julgamento.

    ResponderExcluir
  32. Ótimo texto ! De grande valia as pessoas que vivem um mundo onde estão vedadas a enxergar somente com o óculos de suas igrejas ! E sua religiosidade ! Claro como em muitas coisas sendo elas físicas, espirituais ou emocionais somos diferentes em muitos aspectos e divergimos de muitas opniões, então é claro Q concordo com muito do que disse e em outras partes declino um pouco ! Mais consigo entender perfeitamente toda sua msg e parabenizo pela grande maturidade bíblica e espiritual a qual vc se baseou, como Paulo diz em sua carta aos Coríntios tudo me é lícito mais nem tudo me convém ! E vc deixou isso bem claro, se o ser humano em seu interior tomado da sua conciencia e maturidade sobre o evangelho a palavra de Deus e a sua intimidade com o pai ! Ele acha não proveitoso a ele tal situação ! Então o melhor é não fazer ! É melhor não ir ou melhor não assistir ou pensar seja qual for a situação ! Agora o problema do crente e somente uma coisa (hipocrisia) hj conheço pessoas Q não são cristãs no sentindo de servir e de conhecimento, mas crem em Deus e tenho certeza Q levam uma vida mais digna do que um intitulado servo de Deus ! Infelizmente as críticas e posicionamentos sempre serão grosseiros e religiosos, pq a ignorância bíblica sempre existirá devido ao grande número de igrejas ! Denominações e doutrinas ! E a grande quantidade de líderes despreparados e desprovidos de maturidade para pastorear seu rebanho e infelizmente quem sofre com isso é somente o servo Q está sentado no banco da igreja, no fundo ele não tem culpa mais claro Q a casos e casos não vou generalizar ! Mais enfim gostei muito do texto parabéns ! Que Deus abençoe !

    ResponderExcluir
  33. Gente, escarnecedor significa fofoqueiro, mal dizente.

    ResponderExcluir
  34. "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei TUDO para glória de Deus" 1Co10:31 - Devemos ser imitadores de Cristo e buscar fazer o que Ele mesmo faria em nosso lugar!

    ResponderExcluir
  35. Algo que eu penso. Sou cristão, logo que darei preferência ao que sigo e vivo, porém algo fora da minha crença e da minha religião não é me proibido a fazer, desde que não tire minha comunhão e minha espiritualidade. Contudo, não vejo problema algum certos eventos seculares terem participações do povo evangélico, afinal, é diversão saudável e com conteúdo cultural.

    ResponderExcluir
  36. Não acho uma justificativa tola, muito pelo contrario acho um ato de muita coragem expor uma opinião verdadeira no meio de tantos seguidores cegos pela religiosidade... A bíblia é muito clara a unica lei que Deus deixou escrita para nós é os 10 mandamentos é ela que devemos seguir, fora disso é tudo invenção do homem para querer ficar se aparecendo, querendo ser mais santo que os outros.... Se amamos a Deus sobre todas as coisas guardamos os quatro primeiros mandamentos e se amamos o nosso próximo como a nós mesmos guardamos os outros seis mandamentos.... Não PRECISAMOS de mais LEIS... a LEI de DEUS é perfeita, foi escrita pelo próprio dedo dele, e já contempla tudo que precisamos para termos uma vida feliz na terra, e nos prepararmos para a sua volta.... Mas as igrejas TODAAASSS estão cheias de religiosidade e esquecem do que realmente importa..... Por isso admiro a Karol pela coragem das belas palavras e por entender o que significa realmente o evangelho de cristo e o amor de Deus que está na bíblia.

    ResponderExcluir
  37. O texto foi muito bem elaborado, concordo em partes, mas gostaria de deixar a minha opinião, não vou aqui cortar e colar texto, seja da bíblia ou outro qualquer, vou escrever algo que experimentei, ou seja, vivência e deixo bem claro q amo maquiagem, amo cabelos tratados e lindos, depilação, etc.: apesar de fazer parte de uma doutrina conservadora, ( escolha minha). Existem pessoas com inúmeros chamados, parto do princípio q eu não posso adorar a dois Senhores ao mesmo tempo. Então vamos lá, pensava dessa forma antes, vivia numa verdadeira misturada, ouvia músicas de todos os estilos, ia a shows não gospel, apesar de graças a Deus não me sentir bem, parecia q era um peixe fora d'agua, logo me vinha a vontade de ir embora. Hoje sou levita ( louvo ao Senhor com hinos lindos), esse chamado só se desenvolveu quando deixei de fazer parte da salada de frutas...kkkkk. Quando você é considerado pelos seus amigos não cristão uma pessoa " liberal", " um crente diferente ", ou ouve deles: - vc nem parece que é evangélico...legal...alguma coisa está desconectada, quando Jesus participava de "eventos diferenciados" era pra fazer a diferença, Ele fazia algo q realmente impactava, deixava a mensagem do reino, imaginem Jesus no Rock Rio, seria uma participação de impacto, Ele deixaria a mensagem do reino de uma forma inesquecível, com certeza Ele não iria simplesmente fazer parte da platéia só por curiosidade, o agir de Jesus era intencional, tudo que Ele fazia conduzia alguém para o reino. O meu IDE é diferente do IDE do meu irmão, diferente do IDE do meu esposo e assim por diante, temos o livre arbitrio de fazermos o que quisermos com o nosso chamado, se quer ser usaso por Deus verdadeiramente, tem que ser separado e acabou. Uma pessoa que tem essa visão de que pode "tudo", só vai permanecer com essa visão enquanto verdadeiramente não tiver um encontro com Deus, eu estou falando do encontro espiritual, real, vai alem de frequentar templos. No mundo atual em que vivemos devemos escolher sempre as coisas santas, uma música criada para coisas, pessoas, etc., não pode ser comparada com uma que adora o Único quê é digno de toda honra e poder, o meu Jesus!!! Não estou aqui para julgar os outros, apenas exponho aqui a minha experiência. A pergunta que deixo aqui é a seguinte: - se Jesus voltar e você estiver num Rock Rio?? Reflitam.

    ResponderExcluir
  38. 1 Coríntios 6:12 TODAS AS COISAS ME SÃO LÍCITAS, MAS NEM TODAS AS COISAS ME CONVÊM... Querida, muito lindo seu texto, porém está totalmente contra a palavra de Deus,cristãos são diferenciados sim por suas práticas e não pelo que falam... Você acredita que o Espírito Santo estava alegre com você naquele lugar? Principalmente pelo fato de a maioria das letras de roock fazer apologia ao satanismo!!! Não justifique o fato de ter vontades que vão contra o princípio da palavra... Até mesmo pq muitas pessoas que não buscam na palavra e vão ler e achar normal... Se é cristã de exemplos, pois o mundo está cheio de pessoas envergonhando o nome de Deus por ai... Negar a Si mesmo não é isso... Tranque sua porta, vá para o seu quarto e pergunte a Deus se Ele se agradou de você ali naquele lugar... Obs. Não estou te julgando, mas o que você diz que vai contra palavra infelizmente só afetará você mesma....

    ResponderExcluir
  39. SENSACIONAL!!!!!! PALMAS INFINITAS!!!!!!

    ResponderExcluir
  40. Acompanho o Blog desde o começo também e vejo que a Karol e o marido dela possuem muito conhecimento na Palavra e sempre demonstram coerência no que escrevem e vivem. O fato de ela ter enriquecido ao longo dos ultimos anos (quem é leitora desde sempre sabe que foi com muito trabalho e esforço) não a tornou soberba... acho que quem acha a Karol soberba é recalcada e queria ter a vida e o marido que ela tem. O problema é que poucos querem pagar o preço que esse casal pagou (não estou idolatrando eles e nem dizendo que concordo com tudo) e poucas pessoas querem renunciar às coisas que eles renunciaram para chegar aonde estão... Karol, não ligue para as críticas dessas pessoas que não sabem o que falam. Hoje você mostra sutilmente sua "vida de rica", assim como nunca teve vergonha de mostrar sua "vida de pobre". Isso é ser autêntica! Você e seu marido são bênção para a vida de centenas de milhares de pessoas e o Espírito Santo nos testifica sobre as instruções que o blog passa (e as puxadas de orelha também que recebemos às vezes). Se você viajar, não deixe de mostrar as coisas, pois isso não é ser metida ou soberba, mas autêntica e verdadeira. Eu e meu marido amamos vocês como se fossem nossos amigos há anos! Quem sabe um dia teremos o prazer de conversar pessoalmente quando vierem a Porto de Galinhas! Aqui é lindo e vocês vão amar! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrasou! Sigo o blog da Karol a pouco tempo, mas sempre leio as postagens mais antigas também... e pra mim é como se eu tivesse acompanhado toda a caminhada dos dois juntos... todo o crescimento deles...
      Karol, não acho que você faz errado de se divertir com seu esposo, afinal, em um relacionamento o casal deve procurar meios de se satisfazer como bem entender... não é só porque você foi no Jorge e Mateus ou no Rock'in Rio, que significa que você é o Kato estão desrespeitando ou deixando a palavra de Deus para segundo plano. Te admiro muito. Continue assim. Você arrasa.. Beijos

      Excluir
  41. Olá, Karol. Fui "criada" na Primeira Igreja Batista de Muriaé pelos seus avós, pra mim, os tios Edir e Stella. Hoje, eu sou "a louca do pedaço" pra boa parte da minha família. Sou evangélica também, mas, acredito que resolvi pensar fora da caixinha e isso é que os faz me julgar (Nossa! Eles fazem isso? Mas, isso não é condenável? - contém cinismo).

    Li, concordo muito com o texto. Mas, não vou comentar o que é, declaradamente, óbvio: é certo que cada um irá prestar contas de seus atos a Deus!

    Ontem, ao invés de estar num "isolamento gospel", preferi estar com uma amiga, jantando, somente nós duas, em restaurante da cidade.
    Sim, preferi! Por que isso também é comungar!
    Havia tempo que não podíamos parar para estarmos juntas, rir, jogar conversa fora. Nos fez muito bem e tenho certeza de que não houve erro pra Deus!
    Mas, os "perfeitos" devem ter me julgado por não estar com eles!

    Não posso deixar de observar, sobretudo, que os comentários que te julgam são assinados por "anônimos". Vc se deu conta disso?!

    Onde estão os julgadores senão dentre nós mesmos?!

    Um grande beijo pra vcs dois, pro Tio Edir e pra tia Stella.
    Um dia de paz!

    Beijos mil.

    ResponderExcluir
  42. Ótimos argumentos e justificativas. Só esqueceu de mencionar que aquele que está deveras envolvido com o Espírito Santo de Deus, procura se envolver com as coisas de Deus e com aquilo que acrescenta em seu crescimento espiritual.

    Ir no show do Jorge e Mateus acrescentou em seu crescimento espiritual?

    Dizer que muitos cristãos assistem novelas, lêem revistas seculares, dentre outras coisas que você citou, como justificativa ou explicação de que: "olha, muita gente faz coisa parecida e nem nota, então, tá tudo certo", não é a melhor saída.

    "O errando continua sendo errado mesmo que todos estejam fazendo e o certo continua sendo certo mesmo que ninguém esteja fazendo".

    Todas as coisas nos são lícitas. Ir a um show, assistir novela, ingerir bebida alcoólica. Tudo pode.

    O ponto é: nós, como cristãos, não devemos deixar nossa vida sob o altar de Deus e fazer aquilo que nos acrescenta espiritualmente? Ora, o "pecado" deve ser acidental.

    Cada um que cuide da sua própria vida e ninguém tem o direito de julgar ninguém.

    Como foi algo que você expôs, estou dando minha opinião.

    "Examine-se pois o homem, a sí mesmo".

    Creio que cada um sabe de seu relacionamento com Deus. Cada um sabe a semente que planta.

    Se "influenciar" (sim, hoje você exerce influência sobre seus "seguidores") vários jovens a entrarem na "cova dos Leões" pq não é perigoso e achar isso super normal, siga!

    Estamos numa geração altamente permissiva, onde tudo é permitido, onde tudo é normal.

    Eu prefiro continuar acreditando que devemos ser influenciadores que tragam as pessoas mais perto para Deus.

    Será que as pessoas se "escandalizariam" se o pastor estivesse no show? Será que convidariam o pastor? Será que é um bom lugar pra convidar Jesus pra passear? "Vem Jesus, vamos no RIR ou ou no show do fulano, o Senhor vai adorar. Tem umas músicas muito maneiras que com certeza o Senhor vai se identificar".

    Fiquem na paz!

    (Precisei postar como anônimo porque estou no login da empresa, mas meu nome é Regiane Modesto)

    ResponderExcluir
  43. Mas a Bíblia diz que TODAS as coisas me são lícitas mas NEM TODAS me convém...

    ResponderExcluir
  44. que o SENHOR tire as escamas de seus olhos karol!!

    ResponderExcluir
  45. O fato de ter 200 e tantos mil acessos ao blog, reflita se foi por conta de ser um assunto polêmico - que por si já desperta curiosidade, ou como vcs disseram, de ter evangelizado essas pessoas! Quando vcs tratam de mi-mi-mi fazendo caras e bocas é como se só a opinião de vcs tivesse valor, e fica chato pra quem escolheu ser pública. Mas a vida é uma escolha, e cada um faz o que a consciência permite. Que Deus nos abençoe e desperte em nós a vontade de voltar sempre ao primeiro amor.

    ResponderExcluir
  46. Vai me edificar espiritualmente? Se não vai me acrescentar nada, não tem porque eu Ir, essa minha ida a tal lugar vai me acrescentar o que?
    Eu não frequento, e não concordo.

    ResponderExcluir
  47. Para reflexão:

    Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém. Jesus andou, comei e bebeu no meio de pecadores, mas todas as vezes que Jesus frequentava certos lugares Ele tinha um propósito e uma direção de Deus. Ele não buscava suprir seus próprios desejos e prazeres, mas testemunhava e manifestava a glória de Deus. Pessoas eram tocadas, libertas e curadas mesmo nestes lugares. Quando “cristãos” se dirigem a estes lugares (shows, bares etc), querem manifestar a glória ou se distrair e satisfazer seus próprios desejos? Quantos testemunhos de “cristãos” você conhece que alcançaram bons frutos nestes shows?

    Muitas vezes buscamos os nossos próprios prazeres e nos tornamos presa fácil na mão do inimigo. Minha irmã em Cristo, Karol, que eu, você, nossas famílias, e toda a igreja possamos nos voltar ao verdadeiro evangelho todos dias, até que Ele volte. Amém!!

    ResponderExcluir
  48. Cara, reflexão ótima, muito, muito a frente desse tempo em que vivemos, a frente desse mundo cheio de "santos", de gente que julga salva e se esquece que Cristo só pediu para amarmos a Deus e ao próximo, amar É tão magnifico, mas infelizmente o mundo só aprendeu julgar.

    ResponderExcluir
  49. Ser cristão é ter a vida pautada nos ensinamentos, pessoa e vida de Jesus Cristo (At.11.26). Ou seja, é ser separado do mundo com suas concupiscências e paixões (Cl.1.13). O cristão verdadeiro é luz no Senhor (Mt.5.14). A luz não tem nenhuma comunhão com as trevas (II Co.6.14). O mundo sem Deus está em trevas (I Jo.5.19). A bíblia nos ensina claramente que não devemos amar (ou gostar) o mundo, nem as coisas do mundo (I Jo.2.15 - 17), pois os prazeres do mundo, as suas concupiscências, não procedem de Deus (I Jo.2.16). Qualquer que se faz amigo do mundo, tendo prazer nas coisas que o mundo oferece, ou seja, em suas concupiscências, constitui-se inimigo de Deus (Tg.4.4). Os que são de Cristo, não tem mais prazer nessas coisas, pois, ja crucificaram sua carne com suas paixões e concupiscências (Gl.5.24). Aliás, o mundo com suas paixões, é uma porta larga, que conduz a perdição, ou seja, ao inferno (Mt.7.13b e I Jo.5.19b). Porta larga, é exatamente essa onde as pessoas tem total liberdade para fazerem o que bem entendem. Deus dá ao homem, livre arbítrio (Ec.11.9, 10), mas deixa bem claro que, quem viver de acordo com seus próprios pensamentos, desejos e sentimentos, será levado ao juízo eterno ( Ec.11.9). Não podemos servir a Deus e ao mundo (Mt. 6.24). Pelas concupiscências da carne e prazeres di mundo, ninguém herdará a salvação (Gl.5.21 = ler desde o v.16).
    Ainda que a bíblia afirme que: ..."nada é de si mesmo imundo"... (Rm.14.14); também afirma: ..."se por causa da (tua) comida contristas teu irmão, JA NÃO ANDAS CONFORME O AMOR." (Rm. 14.15). Quem anda de acordo com esse pensamento de liberdade, escandalizando alguns de nossos irmãos, está destruindo aquele por quem Cristo morreu (Rm. 14.15b), e destruindo a obra de Deus (Rm. 14.20). O mau acometerá aquele que andar de acordo com esses pensamentos de liberdade (Rm.14.20b).
    Paulo, apóstolo do Senhor, deixa bem claro essa questão, quando diz: Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convém: == ainda tem mais

    ResponderExcluir
  50. É muito Joio no meio do Trigo...
    Ao casal autor do texto. Tomem cuidado, vcs estão influenciando muita gente. E com certeza o Senhor vai cobrar isso de suas mãos.

    Vc falou que Jesus ia a festas e outras coisas... isso me chamou atenção. Pois sim, Jesus estava nesses lugares e com pessoas desvalorizadas socialmente, mas tanto os lugares e pessoas foram impactadose transformados pelo poder de Deus na vida dEle.
    Os lugares "seculares" que vcs vão e pessoas que vcs encontram SÃO IMPACTADAS E TRANSFORMADAS pelo poder de Deus na vida de Vcs? A Glória de Deus é manifesta na vida vcs nesses lugares e com esses pessoas?

    Qual é realmente o objetivo de vcs?! Um prazer dessa tal liberdade que vcs dizem ter em Cristo?! Com esse texto mt bem montado para defender suas idéias... ou ser agentes do poder e da Glória de Deus na terra?!

    Não esqueçam que somos corpo de Cristo, e Jesus é o cabeça. E é a cabeça que COMANDA o corpo.

    Graça e Paz!!!

    ResponderExcluir
  51. Sobre essa questão, deixo apenas o texto de Romanos 14, que não foi citado por ninguém. Não podemos acreditar que os shows, as comidas, bebidas e etc são más já sua essência. Más são as coisas que nós fazemos com elas, como a embriaguez, a gula, a prostituição do corpo... Então, partindo desse principio, temos que avaliar, à luz do Espírito Santo, se naquele momento essas coisas que em si não más, não estão sendo usadas para a profanação e escândalo do nome de Cristo. Já fui a shows em teatros, onde havia apenas o espetáculo, sem consumo excessivo de bebidas (nenhum consumo, na verdade) ou prostituição, mas não é o que ocorre no RIR, e por este motivo não iria. Ao contrário do que a Karol falou, a bíblia, neste texto de Romanos, diz que não devemos sim beber ou comer algo que escandalize o próximo, que o leve a pecar. Se podemos guardar o cálice de vinho, a ida a um show, uma dança, para outro momento em que este irmão não esteja presente, para não escandalizá-lo, pq não fazê-lo? Afinal isso também é amor ao próximo. Todas as coisas nos são lícitas, mas nem todas nos convém. Pode ser que em algum momento não nos convenha, não sempre, mas devemos sempre pedir a direção de Deus para saber discernir quando convém e quando não. Assim, nossas ações estarão realmente livres de qualquer religiosidade e ventos de doutrina modernistas, nos restando apenas a paz nos nossos corações vinda de Deus, pela certeza de que não fizemos nada que O envergonhasse. Que o Espírito Santo testifique a todos nós, qual a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para as nossas vidas. Paz!

    ResponderExcluir
  52. Karol, ao publicar sua (exclusivamente e particular) opinião, creio que estava preparada para divergências. Antes de tudo, sua opinião como já foi citado se trata mais de uma justificativa e o “Justo não se justifica”. Não discordo totalmente, salvo, que apesar não pertencermos a esse mundo, vivemos nele e estamos a margem da secularidade, concordo com o trecho “Muitas pessoas tem mania de espiritualizar tudo (de forma patológica como você acha)”, concordo muito por sinal, somos corpo (físico), alma e espírito, devemos alimentá-los, não tem possibilidade alguma viver nesse mundo exclusivamente espiritual, e o corpo? Se eu não alimentá-lo irei morrer, literalmente! Vivemos nesse paralelo. Eu vou sim a Shows, porque gosto! E Não me justifico, apenas vou! Prestarei contas com Deus, não com homens. Porém esses eventos alimentam unicamente minha carne, não chegam a me afastar de Deus, mas também não me aproximam. Existem coisas que desagradam mais a Deus de que ir a um Show. Não achei um texto forte, tão pouco ousado, a vida é feita de diferenças, se isso te faz feliz, viva! Se essa é a sua verdade, defenda! Só não use a palavra ao seu favor para me convencer que achar errado frequentar lugares profanos é ser bitolado.

    Fique bem e em paz, o Show do Jorge e Mateus é massa mesmo rs. Só não me edificou!

    ResponderExcluir
  53. Olá, Li seu post, e gostaria de deixar minha opinião, quando estamos em Cristo e Cristo em nós, nascemos de novo e deixamos o nosso velho EU para trás, as coisas do mundo já não me satisfazem mais, quanto mais me aproximo do mundo mais me afasto de Deus, realmente estou no mundo, mas não sou do mundo, ele nada me acrescenta, não tenho comunhão com as coisas velhas, não sinto mais prazer nelas, sou nova criatura, transformada pelo Espirito Santo que habita em mim, todas a coisas me lícitas mas nem todas me convém, convém também que sejamos santos em tudo, Deus quer exclusividade de nós, nos chamou para sermos diferente e não iguais a mundo, não amando as coisas que existem no mundo, os cantores são ídolos do mundo, idolatria é pecado, ouvir uma música na rua, não é pecado, comprar um ingresso para ir ao show de um ídolo e amar a música que ele canta, isto é pecado, bem está é minha opinião, sei que muitos não vão concordar, como eu não concordo com a sua, sei que Jesus está voltando, e eu quero estar preparada para o arrebatamento, afinal, este é nosso proprósito como Cristãos!

    ResponderExcluir
  54. Infelizmente concordo com Leandro Karnal, quando diz em seu livro "pecar e Perdoar", o cristianismo está em crise. O que se observa na atualidade, e talvez venha de séculos, é que há uma separação gritante entre teoria e prática. As igrejas estão permeadas de pensamentos, leituras e estudos rasos no que diz respeito às escrituras. Gostamos de fazer algo e tentamos convencer a todos de que isso não é ruim ou é pecado pq simplesmente nos satisfaz ou não enxergamos mal algum. No entanto a Bíblia, que deveria ser nosso guia, nos exorta de várias maneiras de como devemos nos comportar, como deveriam ser os cultos e etc. Parece até ofensivo, me perdoe quem interpretar assim, mas o fato é que ninguém quer saber da Bíblia de fato,o que ela diz, seus princípios. Queremos, como algum colega citou acima, libertinagem. Ser livre não é fazer tudo o que queremos. Desafio a analisarem as vidas dos apóstolos. Alguém se habilitaria viver como um deles? Apenas para reflexão. A facilidade de poder evangelizar, pelo menos nos países que permite o cristianismo, tem levado o cristianismo a artificialidade. Diga se de passagem, o modelo das igrejas modernas parece nada mais que clubes disfarçadas de igrejas para tocarem músicas pop, rock entre vários outros gêneros que satisfazem o núcleo dos que são partícipes. Parece que sou até extremista ao falar tudo isso, mas para quem me conhece sabe que não chego nem perto de ser radical. Digo mais, sou crente. Contudo, por ter formação em música, mestrado, e atuar como professor de história da música, onde tenho lido muita coisa sobre os primórdios da música desde sacro a secular, tem me entristecido o fato de saber que as músicas hoje na igreja não passam de músicas seculares travestido de música para Deus. Não é de se admirar quando um cristão vai para um rock in Rio e depois lançasse em defesa de tal feito. Se não incomoda é possível que já se alimente da mesma cultura, logo qual a diferença?

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem-vindo!

#CDCMovies A Boa de Domingo Adesivos Almofadas Amarelo Aparadores Artesanato Augustinho Autoestima Azul Banheiras Banheiros Bege Bijoux Branco Cabelo Casa de Celebridade Casamento Casas Espetaculares Chá de Bebê Chá de Panela Ciúme Closet Coisa de Casado Coisas para Bebês Como agradar o Marido Comportamento Construindo a nossa casa Convite Cores Cortinas Cozinha Divertida Cozinhas Criado-Mudo Curando as Enfermidades do Casamento Curiosidade Decoração Decoração Teen Decupagem Desafio Dia 12 Dia dos Namorados Dia-a-dia-da-Karol Dicas de Beleza Dinheiro Divórcio Dourado Esmalte da Semana Espelhos Estampas Eu indico esse DVD Eu indico esse Livro Faça Você Mesmo Família Festas Fotografia Fotos com Marido Fugindo das Tentações Galochas Girafa Gravidez Home Office Hotéis Iluminação Instas da Semana Karol Ferro Collection Laços Laranjado Lembrancinha Leona Lilás Look do dia Low Carb Luminárias Mãe Maquiagem Marrom Melhore seu Casamento Melissa Mesa Posta Mesas Moda Momento Fofo Do Dia Natal Noivinhos Novidades Objetos Decorativos Organização Panelas Papel Contact Papel de Parede Papo de Amiga Parabéns Marido Paredes Patchwork Paz no Rio Pedidos de Casamento Penteadeiras Pérolas Bíblicas para o seu Casamento Pet Pisos e Revestimentos Pr. Áquila Cabral Prateleiras Prateleleiras Presente Preto Produtos e Marcas Publipost Pulseiras Quadros Quarto de Bebê Quarto de Casal Quarto de Irmãos Quarto de Menina Quarto de Menino Quarto de Solteiro Rapidinhas Receitas Reciclagem Rede Reflexão Relacionamento Renda Extra Rosa Saiu na Fanpage do CDC Sala Sala de Jantar Salas Sapatos Selinho Sexo Sofás Sogra Sorteio Spray Tapetes Turquesa Utilidades Domésticas Verde Vermelho Viagem Vídeo Vintage Votos do Altar