sexta-feira, 27 de março de 2015

COMO É MORAR LONGE DA FAMÍLIA?

Essa é uma pergunta que ouço com frequência. Hoje é comum casais que se conhecem pela internet  - ou por outros mil motivos - acabarem indo morar longe da família de um ou de outro. O meu caso é esse. 

Conheci o marido pelo falecido Orkut (#RIP) e entre nós haviam 1000km de chão. Amor fala alto. Grita! Então casei e vim morar longe da família. Os primeiros três meses foram bem complicados nesse sentido. A saudade é dolorosa. Em algumas noites eu chorava até amanhecer. 

Início de casamento é algo tão especial que dá vontade de compartilhar esse momento com a família. Receber os pais em casa, chamar os irmãos pra um jantarzinho e fofocar sobre todas as novidades. Mas eu não pude fazer nada disso. Não é exatamente fácil ficar viajando pra lá e pra cá com a frequência que o coração deseja... Então eu sentia um vazio grande por isso. O marido foi super amigo, sempre me ouvindo e me acalmando. Também tinha a vó Stela (vó do marido) que foi como uma mãe pra mim e sempre deu um jeitinho pra eu me sentir acolhida e amada por aqui.

Ás vezes eu não sabia se era melhor ou pior falar com meus pais e irmãos por telefone... Era tenso ouvir os soluços e as vozes embargadas do outro lado da linha. 

É difícil ficar longe de quem a gente ama.

Por outro lado, é bom. Tudo tem o lado bom, né? Isso foi muito legal pro meu casamento (notem que eu tô falando da MINHA experiência e não de forma generalizada). Eu pude consolidar uma intimidade ainda maior com o marido. Éramos só nós dois a partir de então. Isso nos fortaleceu como casal, como adultos, como servos de Deus. Aprendemos a ser independentes, dependendo só de Deus. Aprendemos a ser gratos pelo que tínhamos e a trabalhar pra alcançarmos o que ainda não tínhamos - e era grande a lista!

Não ter o auxílio da família ali, a tempo e a hora, me fez ser mais mulher, mais guerreira, mais esposa. Me identifico muito com o ditado "carro apertado é que canta". Ajuda demais pode atrapalhar o crescimento do ser humano. Não quero parecer arrogante, muito menos prepotente, mas acho que se não tivesse passado pelas necessidades, ausências e carências que passei, eu não teria desenvolvido tanto em tantos aspectos. 

Ter o caráter moldado dói. Crescer dói. Ficar longe dói! Mas aprendemos com todas as coisas. Inclusive a dar valor às pessoas e às nossas pequenas conquistas.

Hoje o que eu posso dizer sobre a distância e a saudade é que nós nos acostumamos. Aprendemos a lidar com a saudade. A internet nos ajuda a ficar mais "próximos". A pouca convivência faz com que os encontros sejam mais calorosos. Os problemas pequenos passam a ser detalhes sem importância... O perdão fica mais fácil de ser liberado...



No final das contas, morar longe longe da família é ruim mas é bom - e é bom mas é ruim.

Alguém aí também passa por isso?


Marido é muito paciente quando eu começo a chorar!


23 comentários :

  1. Passei por isso também! e difícil mas meu casamento não seria o mesmo sem essas experiências..#meu marido também tem muita paciência quando eu começo a desabar! bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossa não me imagino longe da minha família, o meu sempre morou longe da mãe e agora mora comigo do lado da casa minha rs não saio daqui por nada rs
    SORTEIO ATÉ AMANHÃ CORRA


    Blog MM CLIQUE
    MM Design Tudo para blogs CLIQUE
    MM Shop CLIQUE
    Parceria CLIQUE
    Curta a MM no Face CLIQUE

    ResponderExcluir
  3. Oi Karol no meu caso é saudades do meu filho,eu aqui em Sp e ele no Rio as vezes bate uma saudades que chega doer no peito mas ele que escolheu Só me resta orar a Deus para protegê -lo. Bjos

    ResponderExcluir
  4. Nossa eu me identifiquei mto, é bem isso que eu penso, morava em minas , casei e vim morar no parana .... morro de saudades, mais a gente se acostuma com tudo nessa vida....

    ResponderExcluir
  5. Putz sei, bem o que é isso, moro no rio e minha família é de Brasilia e de Anápolis, é bom e é ruim tb, ainda mais que tenho uma irma gêmea nossa sou super hiper mega apegada a ela, nos falamos sempre todos os dias pra ser mais precisa hahaha mas isso é bom para nosso crescimento, quando chego para visita-los a gente é recebida com muito carinho muito paparico ADORO, sinto falta das minhas sobrinhas nao pude curtir muito o crescimento nem o desenvolvimento delas, mas agradeço a Deus pela vida delas, estao chegamos mais sobrinhos e me sinto feliz.. valeu..

    ResponderExcluir
  6. Me identifiquei muitooo,não é fácil,mas acaba sendo um aprendizado! =)

    ResponderExcluir
  7. Oi Karol, como sempre seus textos são perfeitos. Eu estou vivendo exatamente o que você falou. Sou de Pernambuco e vim morar em Minas Gerais por causa do meu esposo. Confesso que ainda não me adaptei porque moramos quase na casa da minha sogra, me sinto "fora do ninho", "menos favorecida". Sempre penso: "poxa, meu esposo pode ver a mãe dele todo dia, na hora que ele quiser, e eu não". É bem complicado, mas foi uma escolha que eu fiz, tenho que suportar o ônus. Beijos.

    kel-rafacasados.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. É! Não é mole não! Sou do Rj e moro em São José dos Campos pertinho da familia dele e lomge da minha.
    Tudo que vivemos até hoje só nos fez crescer.
    É ruin mais e bom! Amadurece muita coisa.

    ResponderExcluir
  9. olá Karol! tbm moamos longe da nossa familia pais e sogros.tenho pouco mais de um ano de casada.e minha experiencia não foi das mais fáceis.No primeiro mes de casada descobri q meu esposo me traía pelo facebook durante os 3 anos de namoro.Depois descobri no segunfo mes de casada q ele era viciado em pornografia e desde então só contei com a ajuda divina pra cuidar e curar meu coraçã.Lembrar disso dói mas nunca falei com ninguem sobre isso.morar longe de todo mundo me ajudou a tratar as situações e assim sigo crendo q a distáncia às vezes faz bm. um bj pra vc

    ResponderExcluir
  10. O meu caso e pior ainda moramos longe das duas famílias, temos um filho de 2 anos e doi demais ficar longe eles não viram meu filho crescer sem contar a falta q faz não ter alguém pra ajudar nas vezes q estava doente e precisava tirar forças do alem pra cuidar dele ou simplesmente precisava que alguém o olhasse por uma hora p eu poder ir ao dentista ou trabalhar :( mas sei q e um tempo determinado por Deus e sei q um dia poderemos voltar se for da vontade Dele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como vc um dia também sonho em voltar se Deus abençoar.

      Excluir
    2. Assim como você também sonho em voltar a morar perto dos meus pais se Deus quiser e abençoar.

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Não é facil mesmo. .em 2008 passei 4 meses longe foi muito difícil ...agora estou pensando em me mudar novamente ..Não sei se vou me acostumar ...tô pedindo muito a direção de Deus e que dê tudo certo .

    ResponderExcluir
  13. Nossa.. estou passando por isso agora. Casamos há quase 1 mês e não esta sendo fácil lidar com a saudade. Ele trabalha o dia todo e eu fico sozinha, sem família e amigos porque me mudei para a cidade em que ele trabalha. Lendo os outros comentários me senti menos sozinha em saber que muitas passam pela mesma situação que eu e que, talvez, com o tempo as coisas melhorem. Mas eu choro todos os dias de saudade, meu coração dói com cada conquista sem ter ninguém para compartilhar por perto, ninguém para desabafar e me sinto mal por fazer meu marido aguentar esse meu sofrimento, pois ele tem sido muito bom comigo.. mas as lagrimas chegam sem pedir licença, a dor no peito aperta e quando vejo já estou triste, com um humor ruim e me sentindo sozinha, me fechando mais e mais sem querer. Ás vezes me pergunto se casei cedo demais (apesar de terem sido 5 anos de namoro), talvez meu psicológico não estivesse preparado. Mas será que algum dia, eu estaria pronta pra cortar esse vinculo com a família e amigos? Não sei se isso vai em fortalecer, mas sei que tem sido a experiência mais dolorosa que já passei.. só queria dizer para as outras mulheres dos comentários acima e para quem estiver lendo isso e estiver passando por essa situação, que elas não estão sozinhas.

    ResponderExcluir
  14. Muito ruim moro longe dos meus pais em outro estado, as vezes da vontade de largar tudo, casamento e casa pra trás e voltar pra minha casa ao lado dos meus pais. 😢

    ResponderExcluir
  15. É muito ruim, sinto falta dos meus pais o tempo todo. Eu moro em um estado e eles em outro a 2.500 km de distância... As vezes da vontade de largar tudo, casamento e casa e ir embora para os braços dos meus pais. 😢

    ResponderExcluir
  16. Casamos e mudamos pra 450km nossa cidade por motivo de trabalho, nem chegamos a morar perto da família, e foi a melhor coisa! Sogra muito protetora que sempre quer ajudar demais e acaba impedindo sim o crescimento do meu marido, meus pais são um pouco autoritários e isso tb poderia nos atrapalhar. No início foi difícil adaptar a cidade e ao casamento mas nao demorou pra perceber que perto da família seria muito pior. Crescemos muito! E meu marido aprendeu a ser independente, ter opinião própria. E mesmo distante ja tivemos muitos problemas por conta da família.

    ResponderExcluir
  17. Nossa eu me identifiquei demais, conheci meu marido em 2008 pelo finado Orkut, mas depois disso NUNCA MAIS falamos. Em 2013 mudei de país e fui morar na Alemanha, em 2014 quando voltei para o Brasil nos reencontramos no twitter e voltamos a conversar, ficamos conversando por 1 ano via internet até que decidimos nos ver. Ahhh logo quando nos reencontramos no twitter eu ja estava com uma passagem marcada pra Alemanha novamente, ia ficar mais 3 anos la (3 anos seguidos sem ferias) ai cancelei tudo e fiquei no Brasil. Janeiro de 2015 conheci ele, eu morava no RS la na divisa com Argentina e ele em Goias, Rio Verde. Ele foi até la me ver, em abril de 2015 decidi vir morar pra Goias e deixar minha família, foi 1 ano morando com a mae dele, nossa foi dificil demais, ela me tratou sempre muito mal, foram 12 meses sofridos pra mim, quando em dezembro de 2015 fui para o Sul de férias, la minha mae chorou muito e viu que eu nao estava feliz morando com a mae dele junto, e implorou pra mim ficar perto dela porque essa não era a vida que ela sonhou pra mim, e no sul posso dizer que tenho uma familia perfeita, muito unida, e o lugar que eu morava é lindo, muito calmo e muito limpo, é só paz. Ja a familia dele é toda separada, cheia de brigas, o lugar é ruim demais, muito violento. Quando voltei pra Goias em Janeiro de 2016, passei por um momento mais dificil porque eu amo ele e amo minha familia, o que fazer ? ir embora e jogar todos nossos sonhos fora ? Entao exigi que ele optasse ou EU OU A MÃE, porque eu nao ia mais me submeter a tanta humilhação, minha familia me ama, eu nao vou trocar eles por alguem que só me machuca. Então saímos da casa da mae, mas eu ouvi muitas coisas ruins que machucaram por dentro, hoje sou feliz aqui mas nao completamente, essas magoas sao recentes e como ela foi ruim demais comigo, eu me agarrei mais ainda a minha familia no Sul. Sinto falta deles, amo meu marido e estou aprendendo a viver essa situação.

    ResponderExcluir
  18. Sou de Guarulhos e vou casar e morar em Cubatão com meu namorado... mas estou com medo de nau acabar me acostumando pois sou muito apegada a minha mãe .. e ainda tenho um filho de 1 ano pra cuidar sozinha.. nau sei oqe fazer..!

    ResponderExcluir
  19. Sou de Guarulhos e vou casar e morar em Cubatão com meu namorado... mas estou com medo de nau acabar me acostumando pois sou muito apegada a minha mãe .. e ainda tenho um filho de 1 ano pra cuidar sozinha.. nau sei oqe fazer..!

    ResponderExcluir
  20. Olá, me identifiquei muito com o seu texto.
    Sou de Natal/RN e meu marido do RJ, namorados à distância por três anos e há dois anos e meio moro aqui no RJ. Quando me mudei parecia até que alguém havia morrido (a sensação no coração), eu não via muita graça nas coisas e chorava demais. No meu aniversário chorei demais porque fazia muito pouco tempo que havia me mudado, praticamente um mês apenas. Mas resolvi não viajar e ficar com meus pais pq nunca havia passado um aniversário com meu marido. Meu marido é um anjo na minha vida, super amigo e tem MUITA PACIÊNCIA comigo.

    Logo logo me adpatei, fiz muitos bons amigos e hoje me sinto uma carioca rsrsrs.
    Mas as vezes dá uma SAUDADE :(

    Minha mãe sempre me mimou muito então apesar de sofrer eu tenho certeza de que foi e é muito bom estar longe, pois assim me cresci, amadureci e me fortaleci!
    Nosso casamento é muuuuuito feliz! AMÉM!

    Bjssss

    ResponderExcluir
  21. Olá, sou da Paraíba e meu esposo é de São Paulo,morei com ele lá sofri muito ,ficava observando as pessoas passeando com suas mães e eu sozinha, não aguento e voltei,agora temos dois filhos mas continuamos distante um do outro, vou voltar para São Paulo próximo mês e o coração está apertado só de pensar em deixar minha mainha , peço a Deus que ele me ajude a suportar essa dor :-(

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem-vindo!

#CDCMovies A Boa de Domingo Adesivos Almofadas Amarelo Aparadores Artesanato Augustinho Autoestima Azul Banheiras Banheiros Bege Bijoux Branco Cabelo Casa de Celebridade Casamento Casas Espetaculares Chá de Bebê Chá de Panela Ciúme Closet Coisa de Casado Coisas para Bebês Como agradar o Marido Comportamento Construindo a nossa casa Convite Cores Cortinas Cozinha Divertida Cozinhas Criado-Mudo Curando as Enfermidades do Casamento Curiosidade Decoração Decoração Teen Decupagem Desafio Dia 12 Dia dos Namorados Dia-a-dia-da-Karol Dicas de Beleza Dinheiro Divórcio Dourado Esmalte da Semana Espelhos Estampas Eu indico esse DVD Eu indico esse Livro Faça Você Mesmo Família Festas Fotografia Fotos com Marido Fugindo das Tentações Galochas Girafa Gravidez Home Office Hotéis Iluminação Instas da Semana Karol Ferro Collection Laços Laranjado Lembrancinha Leona Lilás Look do dia Low Carb Luminárias Mãe Maquiagem Marrom Melhore seu Casamento Melissa Mesa Posta Mesas Moda Momento Fofo Do Dia Natal Noivinhos Novidades Objetos Decorativos Organização Panelas Papel Contact Papel de Parede Papo de Amiga Parabéns Marido Paredes Patchwork Paz no Rio Pedidos de Casamento Penteadeiras Pérolas Bíblicas para o seu Casamento Pet Pisos e Revestimentos Pr. Áquila Cabral Prateleiras Prateleleiras Presente Preto Produtos e Marcas Publipost Pulseiras Quadros Quarto de Bebê Quarto de Casal Quarto de Irmãos Quarto de Menina Quarto de Menino Quarto de Solteiro Rapidinhas Receitas Reciclagem Rede Reflexão Relacionamento Renda Extra Rosa Saiu na Fanpage do CDC Sala Sala de Jantar Salas Sapatos Selinho Sexo Sofás Sogra Sorteio Spray Tapetes Turquesa Utilidades Domésticas Verde Vermelho Viagem Vídeo Vintage Votos do Altar