quinta-feira, 13 de junho de 2013

FRIGIDEZ, PRAZER SEXUAL E ORGASMO FEMININO


"Ui Karol! Que papo pesado..." Você acha pesado? Eu acho muito bom falar de sexo. Pesado é viver uma vida inteira casada e nunca experimentar esse presente de Deus que é o orgasmo. De Deus sim, pois só Ele mesmo pra criar uma coisa tão boa assim pra gente!

Tem gente que acha que Deus criou o ser humano e deixou pro Diabo criar o sexo e disse "vai lá e cria isso que não quero nem ver". É claro que isso não é verdade. A sexualidade consegue atingir as quatro áreas fundamentais do ser humano: física ou biológica, psicológica, sociológica e espiritual. Se o casal tem um bom desempenho sexual, certamente terá uma predisposição maior para superar qualquer problema nas outras áreas da sua vida.

Você sabia que mais de 70% das mulheres casadas NUNCA tiveram um orgasmo? E sabia que um número grande de mulheres sequer têm desejo sexual? A Organização Mundial da Saúde coloca a sexualidade como um dos índices que medem o nível de qualidade de vida de uma pessoa. Sexualidade ativa anda de mãos dadas com um casamento sadio.

Essa semana me fizeram a seguinte pergunta por email: "O que um homem pode fazer pela esposa frígida?  Ela faz sexo apenas por obrigação e nunca demonstra interesse. Ele sente que faz amor sozinho. Ela nunca quer!  (Levando em conta que ele a ama, mas não sabe até que ponto poderá aguentar isso)."


Complicado isso. Mas o que será que leva uma mulher à frigidez?

Antes de tudo, vamos definir o que é frigidez: Algumas mulheres se julgam frígidas apenas por não conseguirem alcançar o orgasmo. Mas a mulher frígida é aquela que bloqueou a sua capacidade sexual. É aquela que não tem desejo de desfrutar dos prazeres do sexo e nem se excita. Para algumas dessas mulheres é até doloroso o ato sexual. Já as mulheres que sentem desejo e prazer sexual, mas não conseguem atingir o Orgasmo possuem anorgasmia (inibição recorrente ou persistente do orgasmo).

"Muitas das mulheres que foram diagnosticadas como sendo frígidas, são, na realidade, sexualmente subestimuladas. Pelos conceitos antigos, assim que o homem penetrava com o pênis ereto na vagina, a responsabilidade do orgasmo feminino passava a ser da esposa. Mas acontece que as coisas não se passam assim. Nenhuma mulher pode ser tachada de frígida enquanto seu marido não lhe fornecer estímulo mecânico suficiente para acionar o reflexo orgásmico." Portanto, se você tem desejos sexuais e acha até prazeroso, mas nunca atingiu o ápice chamado Orgasmo, o que você precisa é aprender a chegar nesse outro patamar, mas de maneira alguma você precisa se considerar frígida, entendido?

O Dr. David Ruben diz que: "Não existe nenhuma razão para que todas as mulheres não tenham orgasmos regularmente e com frequência, sempre que o quiserem." E para frisar o fato de que o problema é de origem emocional e não física, ele afirma: "Nenhum psiquiatra encontrou ainda uma mulher que, tendo sido criada por pais carinhosos, num ambiente familiar seguro, apresente este problema. A maioria das mulheres que se queixam de disfunção orgásmica sofreu privação emocional durante a infância ou mesmo depois."

Existem muitas causas para a frigidez feminina e com uma rápida pesquisa no Google podemos encontrá-las, mas, se tentarmos analisar a origem de tudo isso, vamos perceber que aquelas mulheres que na infância tiveram um relacionamento mais carinhoso com os pais (principalmente com a figura paterna) têm maior probabilidade de aproveitar dos prazeres do sexo do que as outras. A figura paterna precisa deixar que a filha se aconchegue sempre que quiser. Ele deve evitar afastá-la ou desencorajá-la a receber carinho, mesmo que esteja muito ocupado. Caso contrário, isso poderá prejudicar sua relação com o sexo oposto na fase adulta. Geralmente a frigidez feminina não é causada por distúrbios físicos, mas surge de um afastamento emocional do sexo oposto desde a infância.

"O maior causador da frigidez é um pai frio e egoísta." * 

O casal que está passando por esse problema precisa de um cuidado especial. Será preciso muito amor e carinho da parte do marido. E da parte da esposa, força de vontade pra que o problema seja resolvido. O homem que entende que a rejeição da esposa talvez seja um problema de infância (ou de relacionamentos sexuais destrutivos), e entende que deve, pacientemente, provar pra ela que ele não é o mesmo tipo de pessoa (figura masculina) com a qual ela se sentiu rejeitada, mostra muita maturidade. Esse marido nunca deve gritar com ela, ou ter qualquer atitude ofensiva que a afaste (isso serve pra todos os maridos!). Ele deve sempre tratá-la com respeito, carinho, dignidade, tanto em público como entre quatro paredes.

O marido deve se preocupar primeiramente com a satisfação da esposa. Trabalhar duro pra conseguir isso, leve o tempo que levar! Conversar mais sobre as preferências dela e mostrar interesse nisso. Aos poucos ela vai superando o problema. É provável que ela tenha algum ressentimento no coração, primeiramente contra o pai (ou algum ex-parceiro sexual, no caso de ter se relacionado com outros antes de se casar), e agora, transferiu isso pro marido. Mas se ela não pensar seriamente em sua responsabilidade diante de Deus, e nas carências emocionais do seu marido, acabará destruindo seu casamento. "Diante de Deus, Karol?" Sim, pois na Bíblia está escrito que a esposa deve satisfazer sexualmente seu marido, assim como o marido deve satisfazê-la também:

"O homem deve cumprir o seu dever como marido, e a mulher também deve cumprir o seu dever como esposa. A esposa não manda no seu próprio corpo; quem manda é o seu marido. Assim também o marido não manda no seu próprio corpo; quem manda é a sua esposa. Que os dois não se neguem um ao outro, a não ser que concordem em não ter relações por algum tempo a fim de se dedicar à oração. Mas depois devem voltar a ter relações sexuais, a fim de não caírem nas tentações de Satanás por não poderem se dominar." (1 Coríntios 7:3-5)

"Assim como nadar ou praticar outro esporte, atingir o orgasmo no ato sexual é uma arte que precisa ser aprendida." * 


Mulheres que apresentam esse problema devem, quando possível, procurar ajuda profissional (médica/psicológica). Elas precisam aprender a dar amor sexual ao marido e descobrir que, conhecendo melhor o próprio corpo (aprendendo alguns métodos de estímulo físico), podem facilmente dominar essa arte chamada Orgasmo, o que trará uma nova dimensão às suas vidas.


O tema é complexo e pede vários tipos de abordagens e enfoques, portanto, não pretendo esgotar o assunto em um único post. Minha ideia é apenas dar uma "aquecida" nesse papo que tantas vezes é encarado como um grande tabu. Às vezes as mulheres (e homens) têm um pouco de vergonha de perguntar alguma coisa sobre esse assunto, ou procuram em fontes erradas e acabam se frustrando nessa área. Há muito tempo atrás li um livro muito bom sobre sexo. O Ato Conjugal (Tim e Beverly LaHaye). Ele tira muitas dúvidas, fala claramente e sem rodeios. Muitas mulheres já conhcem pois é um livro antiguinho (clássico!), mas super recomendo essa leitura pra quem ainda não teve o prazer de lê-lo. Tem até um passo a passo bem explicadinho de como chegar "lá". E além de tudo é um livro cristão, escrito por um pastor conselheiro de casais. (Quem quiser adquirir esse livro, tem nas Livrarias Família Cristã, nesse link, as leitoras do CDC têm desconto de 20% usando o cupom: COISADECASADA

Marido... ah, marido tá tranquilo! =)

   

11 comentários :

  1. Karol, pode me enviar seu e-mail por favor?? Gostaria de tirar algumas dúvidas. *-*

    Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia. Pode enviar para karolyneferro@gmail.com

      Excluir
  2. Sempre é muito bom ler sobre esses assuntos.
    Aprendemos mais com o post e com as experiências alheias.

    ResponderExcluir
  3. Oi Karol parabens pelo seu blog...gosto muito de tudo que vc faz por aqui.
    Que Deus continue te abençoando!!! Bjos Layanne

    ResponderExcluir
  4. Oi, Karol gostei muito deste post,me tirou várias duvidas, sou casada a 4 anos e já tenho um relacionamento com meu esposo á 8 anos, e de vida sexual tiva já temos 7 anos, e de uns tempos prá cá ,eu esfrie bastante com ele ,não por falta de amor ou desamor , mais sim por falta de tesão.Acho que caimos na rotina e tambem a rotina diaria , faz com que eu deixe o sexo em ultimo plano.Ele consente , mas eu sei que sente muita falta , já que tinhamos uma vida sexual bem ativa , e hoje infelizmente não é assim.Eu sei que estou errando em não tentar, mas gostaria muito de mudar este quadro.
    Obrigado, pelas dicas !

    ResponderExcluir
  5. Xuxu!

    Boa noite!

    Amei conhecer seu blog, gostei de tudo que vi por aqui, quanto bom gosto...
    E para não perder nenhum detalhe, já estou te seguindo, se poder me faça uma visitinha e se gostar me siga tbm...

    bjks

    blogdabiane.com.br

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Karol tenho aprendido pra honra e gloria de Deus a ser cada vez mais uma esposa sabia tambem atraves do seu blog. Que Deus te use cada vez mais nesta Terra. A paz do Senhor. Beijo minha irma

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Deus te abençoe, o post esta ótimo, o seu blog é lindo sucesso, já estou te seguindo. Aguardando retribuição. ESTOU CONVIDANDO VOCÊ PARA UM SORTEIO NO MEU BLOG, DE 1000 SEGUIDORES ERA A MINHA META COM 1000 SEGUIDORES EU FAZIA UM SORTEIO, E AGRADEÇO A DEUS E A VOCÊ QUE MIM SEGUE E AQUELES QUE VÃO MIM SEGUIRCurta e participe do meu blog, fan Page, twitter, instragam e canal do youtube.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde Karol, me chamo André e eu e minha esposa temos relações sexuais com uma certa frequência, ela sente muito prazer mas nem sempre chega ao orgasmo, quando chega eu preciso me segurar por durante pelo menos 30 minutos, mas boa parte das vezes ela começa a enformigar o rosto e partes do corpo que tira a concentração dela... O que pode ser? e o que pode ser feito??

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem-vindo!

#CDCMovies A Boa de Domingo Adesivos Almofadas Amarelo Aparadores Artesanato Augustinho Autoestima Azul Banheiras Banheiros Bege Bijoux Branco Cabelo Casa de Celebridade Casamento Casas Espetaculares Chá de Bebê Chá de Panela Ciúme Closet Coisa de Casado Coisas para Bebês Como agradar o Marido Comportamento Construindo a nossa casa Convite Cores Cortinas Cozinha Divertida Cozinhas Criado-Mudo Curando as Enfermidades do Casamento Curiosidade Decoração Decoração Teen Decupagem Desafio Dia 12 Dia dos Namorados Dia-a-dia-da-Karol Dicas de Beleza Dinheiro Divórcio Dourado Esmalte da Semana Espelhos Estampas Eu indico esse DVD Eu indico esse Livro Faça Você Mesmo Família Festas Fotografia Fotos com Marido Fugindo das Tentações Galochas Girafa Gravidez Home Office Hotéis Iluminação Instas da Semana Karol Ferro Collection Laços Laranjado Lembrancinha Leona Lilás Look do dia Low Carb Luminárias Mãe Maquiagem Marrom Melhore seu Casamento Melissa Mesa Posta Mesas Moda Momento Fofo Do Dia Natal Noivinhos Novidades Objetos Decorativos Organização Panelas Papel Contact Papel de Parede Papo de Amiga Parabéns Marido Paredes Patchwork Paz no Rio Pedidos de Casamento Penteadeiras Pérolas Bíblicas para o seu Casamento Pet Pisos e Revestimentos Pr. Áquila Cabral Prateleiras Prateleleiras Presente Preto Produtos e Marcas Publipost Pulseiras Quadros Quarto de Bebê Quarto de Casal Quarto de Irmãos Quarto de Menina Quarto de Menino Quarto de Solteiro Rapidinhas Receitas Reciclagem Rede Reflexão Relacionamento Renda Extra Rosa Saiu na Fanpage do CDC Sala Sala de Jantar Salas Sapatos Selinho Sexo Sofás Sogra Sorteio Spray Tapetes Turquesa Utilidades Domésticas Verde Vermelho Viagem Vídeo Vintage Votos do Altar