quarta-feira, 1 de maio de 2013

SUBMISSÃO (parte 1)



Uiiii! Não torçam os narizes pra essa palavra, hein meninas?! Esse tema é bem polêmico, eu sei. Às vezes parece uma coisa muito machista colocada na Bíblia por algum homem bem mandão. Eu poderia ficar horas falando sobre isso: O quanto concordo com a submissão da mulher no casamento. Mas hoje vou dar só uma palhinha sobre o assunto:

"Submissão é exercer missão de apoio!"    

As mulheres, mais do que os homens, interpretam de forma errada o significado da palavra submissão. Elas entendem que ser uma esposa submissa é ser uma empregada doméstica de luxo: que obedece às ordens do marido; lava, passa e cozinha; não tem uma carreira profissional; cuida dos filhos; é dependente do marido pra tudo; tem que concordar com todas as decisões que o marido tomar, sem conversar sobre o assunto; tem que estar linda e cheirosa pra satisfazer os desejos sexuais do homem e da forma como ele quiser. Submissão não é ser passiva, apagada, sem direito, sem vez e sem voz. Não, isso não tem nada a ver com submissão. Isso é escravidão.

A mulher é um elo entre marido e filhos. Ela é ponto de equilíbrio do lar. Uma mulher sábia constrói o céu dentro de casa, apesar das circunstâncias. Sabe qual foi o primeiro nome que a mulher recebeu na Bíblia? Auxiliadora. A palavra hebraica traduzida como "ajudadora - auxiliadora", sugere atividades como "proteger, cercar e socorrer". Esses verbos descrevem uma pessoa com uma capacidade de nutrir, proteger alguém em perigo. Ajudar não significa fraqueza. Muito pelo contrário. Significa força!

Submissão não é anulação, não é perder a individualidade e muito menos auto-escravizar-se. É exercer missão de apoio. É ser uma mulher que inspire a confiança do marido e que se preocupa com o bem estar da família. Ser submissa é ser alguém que trabalhe por prazer, seja em casa ou fora dela. É aquela mulher precavida, que administra bem sua casa e sabe valorizar tudo que tem. É também uma mulher que se cuida e gosta de estar bonita pro seu marido - eles merecem! Mas também uma mulher que sabe se comportar na presença de outros homens. É ter dignidade, ser honrada, não gastar mais dinheiro do que tem e ser uma mulher presente, que motiva seu marido. A mulher que compreende e vive esse princípio, será sempre uma bênção.

Gosto de enxergar o casamento como uma engrenagem. Se a pecinha "esposa" tá fazendo bem o seu trabalho, a pecinha "marido" vai fazer direitinho o trabalho dele. E vice versa. Já experimentei várias vezes abrir mão do que eu queria pra seguir o caminho definido pelo marido, e muitas dessas vezes ele acabou pensando melhor e acabou concordando comigo. E outras tantas eu acabei percebendo que a decisão dele foi a mais correta. A mulher submissa sabe escutar e sabe falar na hora certa. Não mede forças com o marido. Emprega sua inteligência, criatividade e sensibilidade para enriquecer o relacionamento conjugal. Ela é uma alavanca na vida do marido. Empurra-o sempre para frente. Honra-o, encoraja-o, promove-o. Quando a mulher opta por não medir forças, o homem fica muito mais receptivo, é incrível. Não se trata de uma relação do "manda quem pode e obedece quem tem juízo" e sim uma relação de amor em que a submissão da esposa ao seu marido possa encontrar respaldo na certeza de que ele saberá tratá-la com todo amor e respeito. Afinal, submissão é uma atitude do coração.

O marido deve ser amável, atencioso, respeitoso, abençoador, protetor, sustentador, aconselhador, romântico e etc, com sua esposa submissa. Essa é a missão que Deus deu ao homem dentro de seu lar, esse é o lugar dele. Qualquer atitude violenta ou não amorosa não cabe aqui. A Bíblia diz aos maridos: “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela” (Efésios 5.25). A pergunta que fica é: Qual esposa não se sentirá amavelmente impelida a ser submissa a um marido que a ama como Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela? Esse é o segredo da submissão bem sucedida!

As relações humanas funcionam melhor quando priorizamos o papel social para o qual fomos criados. Deus criou o homem e a mulher separadamente e planejou papéis especiais para cada um. O homem é, prioritariamente, o líder da família e provedor do lar: Nenhum organismo social vive sem uma liderança. A mulher tem mais capacidade de suportar a dor, mais paciência para enfrentar as provas, mais desprendimento para investir no casamento. Ela enxerga com os olhos do coração. A mulher tem uma capacidade imensa de ser solidária nas aflições, ser um braço forte nos tempos de crise e um ombro amigo nas perdas. Quando a mulher, como brava guerreira, usa esse arsenal para edificar o seu casamento, auxiliando seu marido e abençoando a sua família, muitas dificuldades são superadas e os obstáculos são vencidos!

Eu brinco com minhas amigas falando que quando elas descobrirem o poder da submissão, aí que elas terão o marido nas mãos! Não no sentido de ter o marido como marionete, mas eles reagem de forma completamente diferente. A engrenagem fica perfeita.


Assim, a submissão da mulher não tem nada a ver com inferioridade e nem com o homem ser o “bambambam” no relacionamento, tratando a esposa como um objeto. Significa cooperar mutuamente, cada um em seu papel para um bem comum, que é a edificação do lar e de cada um em amor. O relacionamento no casamento não é de hierarquia, com o marido no trono e a mulher no chão, mas de parceria. Mulheres submissas + Maridos amorosos = Família estruturada.

Que comece em nós a mudança que queremos ver no nosso casamento!
Esposas, sede submissas ao próprio marido, como convém no Senhor. Maridos, amai vossas esposas e não a trateis com amargura.” (Colossenses 3.18-19)

Marido é o líder mais lindo e amoroso que Deus poderia me dar!




20 comentários :

  1. Adorei! Sempre entendi submissão dessa forma tbm! Disse tudo oq sempre pensei! o/

    ResponderExcluir
  2. Post maravilhoso. Obrigada Karol. Deus nos abençoe e nos dê sabedoria diariamente para sermos submissas aos nosso maridões. "Mulher virtuosa: quem achará? O seu valor excede aos de muitos rubis". Que sejamos um poço de virtudes em nossa família. Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Isso é incrível. Recebemos uma ordem e não foi uma orientação qualquer, de uma pessoa qualquer, foi orientação vinda do próprio Deus, aquEle que criou o homem e a mulher que conhece seus instintos e anseios melhor do que qualquer outro. E ainda mais, aquEle que não pode mentir e que nos garante que a sua vontade é boa perfeita e agradável. Então mulherada vamo bora cumprir aquilo que Deus nos ensina, mesmo que seu marido não esteja (ainda) cumprindo sua parte faça você a sua porque Deus certamente fará a dEle. Seja sábia edifique seu lar, com amor,
    com zelo, com boas obras...e com submissão, essa que a Karol explicou acima. RsRs

    ResponderExcluir
  4. Realmente, se soubermos edificar nosso lar, teremos um marido que buscará refletir sobre nossas atitudes e juntos poderemos conduzir o casamento da melhor forma possível para os dois, mantendo assim o lar em plena harmonia e com muito amor.
    Belas palavras.

    ResponderExcluir
  5. Excelente post!! Posso dar uma sugestão?! Publique um post sobre exemplos de submissão para a mulher...acho que seria de grande ajuda....realmente dá muita confusão essa palavra submissão....eheheh

    ResponderExcluir
  6. Mais que perfeito, Carol. A mulher que é submissa ao marido, é muito mais feliz. A Bíblia nos ensina isso, e é dessa forma que temos que viver, pois assim teremos a verdadeira Paz em nossos lares. Esposas mandonas, bravas, ciumentas, só colocam seu relacionamento à perder. Temos que ser sábias.

    Tenha uma ótima quinta.

    Beijos, Linda! =)

    Cáhh Chaves.

    ResponderExcluir
  7. Karol, seus posts são uma luz pra mim, sabia?
    Considero meu relacionamento muito bom, mas ainda com espaço para melhoria..E tudo que você coloca aqui são coisas que eu jamais pensaria...E você coloca tão bem que eu acabo concordando com tudo.
    É difícil mudarmos algumas atitudes da noite pro dia, mas com fé conseguimos!
    Para mim a lição deste post foi: Nada de disputar poder!
    Continue com esses posts de dicas de relacionamento. São diferentes de tudo que se lê por aí.
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Deus usa sua vida para transmitir Sua palavra de forma muito bem entendivel aos olhos do mundo. Continue nesse caminho!
    Adorei o post e como 'nova' convertida aprendi com ele.
    Deus te abençoe.
    Bejos. Milena Costa

    ResponderExcluir
  9. Oi Karol...
    Quase perdi meu marido por não ter sido submissa, por não ter agido como Deus mandava, mais glórias a Deus pela sua misericórdia e hj em dia estou aprendendo a cada dia com a submissão e reconquistando o meu marido. Deus é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  10. Isto q vc escreveu é (Companheirismo) não (Submissão).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os líderes da família são os esposos, nem um nem outro deve mandar, as decisões devem ser tomadas em conjunto, essa palavra submissão deveria ser trocada por companheirismo, bom senso, troca e afetividade. Assim como em uma sociedade, os dois sócios precisam chegar em um acordo em tudo, no casamento também, afinal são uma só carne, não dá para um ficar por cima e o outro subalterno.

      Excluir
  11. oi Karol... sabias palavras que vc postou, amei
    nunca tinha entendido a submissão dessa forma que vc colou e por falta da mesma acabei com meu casamento que o Senhor Jesus estava resgatando, por falta de sabedoria nao edifiquei meu lar na rocha e ele veio a ruir. hj percebo que fiz tudo errado, se tivesse sido uma esposa submissa ao meu ex marido a separação nao teria acontecido.
    Deus abençoe vc grandemente, o Senhor Jesus uso seu post e abriu meus olhos e meu entendimento... beijos

    ResponderExcluir
  12. Me manda um email pra contato pra eu poder tirar umas duvidas. ;)

    ResponderExcluir
  13. Olá Karol! Em primeiro lugar, quero te parabenizar pelo blog. Eu o encontrei há poco tempo, mas desde então tenho acessado quase todos os dias. Aos poucos estou lendo todos os posts. Admiro muito sua sabedoria e principalmente o seu entusiasmo e praticidade em ver a felicidade em cada pequena coisa, que na verdade é onde está o verdadeiro sentido da vida. Acho que se todas as esposas pudessem contemplar essa felicidade nos pequenos gestos, não haveriam tantos divórcios nem pessoas frustradas e magoadas, feridas por dentro. Gostaria de sugerir um assunto, não sei se você já comentou sobre isso, mas é que ainda não li tudo (:D) gostaria que falasse sobre a etiqueta ao se vestir e principalmente etiqueta no trabalho para as esposas. Mais uma vez parabéns pelo blog e obrigada pelos conselhos maravilhosos. Beijos!!

    ResponderExcluir
  14. Parabéns! te aplaudo de pé, mulher de Deus, e vi o que é submissao de verdade, e vou praticar com certeza.

    ResponderExcluir
  15. Olá Karol. Concordo com a colega ali em cima. Isto está mais para companheirismo do que submissão. Ainda não consegui compreender o significado dessa palavra tão forte. Por favor de nos exemplos do seu dia a dia. Esclareça mais sobre o tema pq tá confuso. Kkk Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Oi Karol, gostei muito do seu post, faça mais parecidos, casei tem 3 meses, estou buscando equilibrio nessa questão, sou formada, diretora de vendas, mas confesso que amo cuidar da minha casa sou muito feliz assim também, mas sempre me aparece o conflito de futuramente ter que deixar meu trabalho para ficar em casa, no caso de ter filhos....muito bom e continue escrevendo me ajuda.. Beijos

    ResponderExcluir
  17. Meu Deus! Amei mesmo. O texto mais lindo e perfeito q já li sobre submissão.
    Sou verdadeiramente submissa (nesse sentido lindo q vc escreve).
    Já sou submissa a meu namorado e amo ser. E vou continuar sendo quado nos casarmos. Meu namorado me domina em todos os sentidos e é isso q me faz feliz c ele. Ele é minha coluna, sinto-me segura c ele. Nós nos damos super bem: ele ama mandar e eu amo obedecer. Eu ñ ficaria c um homem "mariamole", "banana". Sinto-me orgulhosa e feliz p ter um homem "macho". Isso ñ quer dizer q ele não seja educado, carinhoso e romântico. Ele é tudo isso em alto grau. Ele compreende e respeita meus sentimentos, meus gostos e minhas idéias. Dialogamos muito, e ele me permite me expressar c toda liberdade. Ele é um homem seguro, sabe o q quer (embora ainda jovem). Meu grande prazer é fazer o q agrada a ele e evitar o q lhe desagrada. E no sexo sinto prazer em ser dominada e me sinto poderosa em dar prazer p ele.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito bem-vindo!

#CDCMovies A Boa de Domingo Adesivos Almofadas Amarelo Aparadores Artesanato Augustinho Autoestima Azul Banheiras Banheiros Bege Bijoux Branco Cabelo Casa de Celebridade Casamento Casas Espetaculares Chá de Bebê Chá de Panela Ciúme Closet Coisa de Casado Coisas para Bebês Como agradar o Marido Comportamento Construindo a nossa casa Convite Cores Cortinas Cozinha Divertida Cozinhas Criado-Mudo Curando as Enfermidades do Casamento Curiosidade Decoração Decoração Teen Decupagem Desafio Dia 12 Dia dos Namorados Dia-a-dia-da-Karol Dicas de Beleza Dinheiro Divórcio Dourado Esmalte da Semana Espelhos Estampas Eu indico esse DVD Eu indico esse Livro Faça Você Mesmo Família Festas Fotografia Fotos com Marido Fugindo das Tentações Galochas Girafa Gravidez Home Office Hotéis Iluminação Instas da Semana Karol Ferro Collection Laços Laranjado Lembrancinha Leona Lilás Look do dia Low Carb Luminárias Mãe Maquiagem Marrom Melhore seu Casamento Melissa Mesa Posta Mesas Moda Momento Fofo Do Dia Natal Noivinhos Novidades Objetos Decorativos Organização Panelas Papel Contact Papel de Parede Papo de Amiga Parabéns Marido Paredes Patchwork Paz no Rio Pedidos de Casamento Penteadeiras Pérolas Bíblicas para o seu Casamento Pet Pisos e Revestimentos Pr. Áquila Cabral Prateleiras Prateleleiras Presente Preto Produtos e Marcas Publipost Pulseiras Quadros Quarto de Bebê Quarto de Casal Quarto de Irmãos Quarto de Menina Quarto de Menino Quarto de Solteiro Rapidinhas Receitas Reciclagem Rede Reflexão Relacionamento Renda Extra Rosa Saiu na Fanpage do CDC Sala Sala de Jantar Salas Sapatos Selinho Sexo Sofás Sogra Sorteio Spray Tapetes Turquesa Utilidades Domésticas Verde Vermelho Viagem Vídeo Vintage Votos do Altar