*-*

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

KAROL FERRO NA COZINHA



Geralmente almoçamos na casa da vó Stela. Ela mora na frente da nossa empresa, aí fica difícil fugir das delícias que rolam por lá. Mas essa semana ela e o Vudi (vô Edir) estão em Juiz de Fora pra um tratamento de saúde dele, então o almoço ficou por minha conta - na cozinha dela! Fiz um almocinho tão delícia pro meu amor! Coisa simples, mas ficou ótimo. Inventei um strogonoff de frango pra gente. 


Cortei 2 peitos de frango em cubinhos. O tempero fez sucesso:
- Duas colheres de molho inglês
- Meia colher de alho batido com sal
- um punhadinho de manjericão (desidratado)
- um punhadinho de alecrim
- um punhadinho de louro em pó (eu adoro louro em pó!!!)
- pimenta do reino
- 1/3 de caldo de galinha.

Fritei o frango em uma frigideira com uma colherinha de manteiga. Enquanto ele dourava, em outra panela coloquei um fio de azeite, derreti mais 1/3 do caldo de galinha. Em seguida coloquei duas colheres de requeijão e deixei cozinhar um minutinho. Depois coloquei uma caixinha de creme de leite e mexi mais um minutinho. 

Quando o frango ficou bem frito e dourado, joguei ele dentro da panela com esse '"molho branco". Queria ter colocado milho, só que não tinha mais... Servi com arroz branco e batata palha. 

Marido AMOU! Eu também! (E sobrou pro jantar!!! )


sábado, 13 de dezembro de 2014

É QUESTÃO DE PRIORIDADE

Onde mesmo que tá escrito que fazer cara feia e ficar sem falar com o marido é "se valorizar"? Pra eles, o nome disso é drama. Pra mim também, isso é coisa de menina. Se valorizar é muito diferente disso. Se valorize valorizando o seu casamento e não o seu ego.


Não to falando que é pra fingir que nada aconteceu, muito pelo contrário, é para resolver o problema. Acho válido esperar a raiva passar pra conversar, mas o que vemos é o casal evitar qualquer assunto, fingindo que o outro nem existe. O negócio é resolver e encarar os problemas como adultos. Se um dia o meu marido fizer birra e parar de falar comigo, ahhhhhhhhhh, mas a gente vai ter uma conversa séria! Não casei com menino não!!!! Oras!

Ficar em silêncio na hora que o sangue ferve com o intuito de não falar além da conta, esperar esfriar a cabeça, é diferente de parar de falar um com o outro (às vezes por dias e semanas!).


"Ahhh Karol, mas você coloca marido em pedestal. Marido não tem que ser prioridade". Oi? Eu aposto que se pensar bem direitinho, você quer ser prioridade na vida dele! Não coloco ele num pedestal - a não ser que pedestal seja o novo nome pra valorizar a pessoa com quem eu casei, escolhi pra dividir a minha vida e ter filhos super amados e cuidados.



Priorizar o marido não é amar menos os filhos. Não tem que ser um ou outro. É só não deixar de lado um em detrimento do outro. Eu moro 1000km de distância dos meus pais. Por que? Porque eu priorizo o meu marido. Ele se sente melhor morando aqui e eu priorizei a vontade dele. Meus pais morrem de saudade, mas entendem completamente o meu papel. Não amo menos os meus pais por priorizar o meu marido. E quando eu tiver filhos, é claro que eles vão ser criados pra que também priorizem seus cônjuges, pois o que eu mais quero na vida é que eles vivam um casamento top e é isso que eles vão aprender de camarote. 

Um exemplo prático: O pai coloca o filho de castigo e a mãe não gosta dessa atitude. Então ela vai lá e tira o filho do castigo alegando não haver necessidade para tanto. Ela não deu prioridade para o marido. E ao meu ver, ela está criando um filho que nunca vai respeitar o pai, pois ela mesma não  o respeita.

Uma vez, eu e meus irmãos havíamos comido bolo o dia todo. Um bolo delicioso que a minha mãe fez, daqueles de lamber os beiços! Quando ela viu que a festa-dos-esfomeadinhos não ia acabar, pegou o bolo e guardou pro meu pai. "Ninguém come mais!". Eu mesma cheguei a pensar que ela tava sendo malvada, pois estava negando bolo pra mim - que audácia! Mas ela estava priorizando o meu pai que ia chegar em casa depois de um dia de trabalho e ia amar comer aquele bolo delicioso.

É necessário permanecer casada, mesmo depois que os filhos nascem.

Meu marido é minha prioridade! (Não precisamos entrar no quesito "Deus vem na frente...". É claro que Deus vem na frente, mas tô falando de casamento).


E sabe o que eu acho? Entendo que se a pessoa não gosta de zelar pelo casamento, não aceita ser submissa (nem quer entender o que isso significa), não gosta de dar o braço a torcer, entende que o primeiro passo sempre deve vir do outro e se ela prefere viver em pé de guerra com o marido, de braços cruzados, essa opção é dela, algo totalmente particular! Cada um escolhe o estilo de vida que quer ter. Cada um escolhe o clima que quer ter em casa. 

Eu respeito quem não concorda com a minha maneira de enxergar a instituição sagrada que é o matrimônio... Mas eu escolhi viver em paz. Amar e curtir ser amada. Plantar, cuidar da sementinha e ver brotar sentimentos lindos no meu jardim. Muitas pessoas me dizem: "Quando o marido é bom, é fácil pensar como você". Mas será que se eu não fosse tão dedicada, meu marido seria tão bom pra mim? Será que se eu não fosse tão interessada em ser uma esposa cada vez melhor, o meu casamento seria visto como um exemplo? Eu não sei... Pelo sim ou pelo não, eu prefiro continuar no meu foco. 

O CDC é só pra dividir o que eu aprendo e aplico na minha vida. Tem dado muito certo pra mim (e pra várias leitoras que decidiram me dar um voto de confiança), somos muito felizes, não "engulo sapos" e nem "morro angustiada por dentro", pois eu simplesmente aprendi a resolver conflitos de forma adulta e não "aguentar calada" pra viver de aparências. O que importa pra mim é a qualidade de vida que existe dentro do meu lar. Isso é tão importante pra mim que faço questão de ajudar quem quer ser ajudado, pois eu acho que todo mundo merece ser feliz no casamento! 


Marido perguntou se eu escrevi esse texto nervosa. Na verdade, escrevi aflita! #maisamorporfavor


sábado, 6 de dezembro de 2014

SEJA CORAJOSA, MOÇA!


"Quando estiver sendo duro ou se calar diante de você, ele de fato está clamando por respeito; a intenção dele não é ser desamoroso. 

Quando estiver sendo crítica ou estiver irada, ela de fato está clamando por seu amor; a intenção dela não é ser desrespeitosa.

Quando o homem se sente desrespeitado, sua tendência é reagir de maneira desamorosa, mesmo sem perceber.

Quando você não se sente amada, sua tendência é reagir de maneira desrespeitosa, mesmo sem perceber." (Trecho do livro Amor e Respeito).

Percebeu o ciclo? Se você quer ser amada, respeite. Um marido respeitado, ama! 

Alguém tem que dar início! É pra ser feliz, gente!!! Quê que tem ser você a primeira? Mesmo que seja a primeira mil vezes, não é um passo pro abismo. É pra felicidade!!!




quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

MENOS WHATSAPP, MAIS BEIJO NA BOCA

Às vezes eu recebo uns emails de leitoras que estão no fundo do poço por não saberem como agir com seus maridos. Não sabem como conversar sobre alguns assuntos com medo de machucar o outro, ou acham que o cônjuge vai se sentir cobrado ou até mesmo ameaçado. Mas elas se expressam tão bem nos emails, falam dos seus medos e dos seus sonhos de uma forma tão bacana... A minha resposta sempre é essa: "Você já tentou abordá-lo da mesma forma como você me abordou?".

O diálogo da vida real tem falhado muito. Ele tem que ter mais qualidade do que as conversas virtuais. Aliás, ele tem que ter mais importância a ponto de investirmos muito mais tempo nele!



Tenho tentado colocar isso em prática. Me pego muitas vezes no whatsapp conversando com a minha família (que mora longe), ou respondendo emails de leitoras, ou mensagens na fanpage do CDC e, quando vejo, o marido falou uma coisa que eu nem escutei direito... Como trabalhamos juntos e ficamos pertinho o dia todo, às vezes nos enganamos achando que esse tempo é um tempo de qualidade. E aí nos damos "ao luxo" de passar horas com os dedinhos frenéticos no celular. Mas trabalhar junto (ficar junto) não significa que esteja rolando um diálogo saudável para o relacionamento. 

Agora quando chego em casa, coloco nossos celulares pra carregar em outro cômodo e vou cuidar do diálogo entre marido e mulher, olho no olho, com ouvidos e coração disponíveis.  

Será que você tem passado mais tempo praticando o "diálogo" no whatsapp ou conversando e abrindo o coração com seu marido? Talvez você esteja pensando que é o seu marido quem fica muito tempo conectado no celular e que tudo o que você queria era um pouquinho mais de atenção. Isso acontece muito, e dos dois lados! Eu localizei esse problema lá em casa. Estava me dedicando tanto ao CDC que o marido começou a ter mais interesse pelo celular dele. Então reparei que quando eu sumo com os celulares (colocando eles para carregar) e proporciono momentos de intimidade puxando uma conversa, fazendo carinho, fazendo perguntas abertas (aquelas que não dá pra responder somente com "sim" ou "não"), inventando coisas na cozinha, ele se aproxima mais de mim e eu dele e a gente nem lembra que existe internet. Claro que o celular não está proibido. Só não tem mais prioridade! Esse é o ponto! 

Que possamos valorizar mais nossos relacionamentos e viva o beijo na boca!!! \o/


Marido é muito cheiroso pra eu ficar perdendo tempo no celular! =) 


A Boa de Domingo Adesivos Almofadas Amarelo Aparadores Artesanato Augustinho Autoestima Azul Banheiras Banheiros Bege Bijoux Branco Cabelo Casa de Celebridade Casamento Casas Espetaculares Chá de Bebê Chá de Panela Coisa de Casado Coisas para Bebês Como agradar o Marido Comportamento Construindo a nossa casa Convite Cores Cortinas Cozinha Divertida Cozinhas Criado-Mudo Curando as Enfermidades do Casamento Curiosidade Decoração Decoração Teen Decupagem Desafio Dia 12 Dia dos Namorados Dia-a-dia-da-Karol Dicas de Beleza Dinheiro Dourado Esmalte da Semana Espelhos Estampas Eu indico esse DVD Eu indico esse Livro Família Faça Você Mesmo Festas Fotos com Marido Galochas Girafa Gravidez Home Office Hotéis Iluminação Karol Ferro Collection Laranjado Laços Lembrancinha Leona Lilás Luminárias Maquiagem Marrom Melhore seu Casamento Melissa Mesas Moda Momento Fofo Do Dia Mãe Natal Noivinhos Novidades Objetos Decorativos Organização Papel Contact Papel de Parede Papo de Amiga Parabéns Marido Paredes Patchwork Paz no Rio Pedidos de Casamento Penteadeiras Pet Pisos e Revestimentos Prateleiras Prateleleiras Presente Preto Produtos e Marcas Publipost Pulseiras Quadros Quarto de Bebê Quarto de Casal Quarto de Irmãos Quarto de Menina Quarto de Menino Quarto de Solteiro Rapidinhas Receitas Reciclagem Rede Relacionamento Rosa Saiu na Fanpage do CDC Sala Sala de Jantar Salas Sapatos Selinho Sexo Sofás Sorteio Spray Tapetes Turquesa Utilidades Domésticas Verde Vermelho Viagem Vintage Votos do Altar